Drª. Cíntia Faria, Hipnoterapeuta, explica
como a técnica pode auxiliar os pequenos

Os distúrbios emocionais são vistos frequentemente em crianças. Frustrações sem explicação, insatisfação, entre outros, são problemas que antes eram próprios dos adultos, mas que agora também passam a fazer parte do mundo infantil. Por conta disso, um dos tratamentos que podem ser oferecidos nesse momento é a hipnose em crianças.

Essa já é uma técnica bastante utilizada em jovens e adultos, e tem mostrado bons resultados. Entretanto, as crianças possuem seus diferenciais e sutilezas, portanto, o processo de hipnose deve ser diferenciado e realizado com as particularidades próprias da idade do paciente. Em entrevista, a Dr. Cintia Faria fala mais sobre esse processo e também revela qual a idade correta para a aplicação do processo.

 

– Qual é a base da Hipnose em crianças?

Como qualquer outro processo de tratamento, a hipnose clínica, independentemente da faixa etária do paciente, busca intervir em seus processos psicológicos na tentativa de equilibrá-los com sua vida e história. O transe hipnótico acontece a medida que passamos da comunicação cerebral através da onda beta, de alta intensidade, para as ondas theta, mais lentas. Assim, experimentamos mudanças perceptivas e fisiológicas, por exemplo: nossos olhos vibram, a respiração fica mais rítmica, o corpo relaxado e o tempo distorcido. Curiosamente, crianças e animais tendem já residir nas ondas theta, sendo mais intuitivos e emocionais. Essa vivência diferenciada das crianças, que sentem tudo de uma forma mais lúdica, tende a direcionar o atendimento em baixinhos para linhas mais pessoais e conversacionais. Incentivando não o resgate de sensações já conhecidas e bem definidas pelos adultos, mas sim a elasticidade da imaginação.

– Quando devemos procurar Hipnoterapia e quando começar o tratamento?

Bom, no caso a Hipnose em Crianças pode ser feita dos seis a 12 anos de idade. Nesse período já é possível estabelecer uma comunicação mais eficiente com a criança. A hipnoterapia é uma ótima técnica para se usar nesse grupo. Hipnólogos coincidem na opinião de que partir dos seis anos de idade já possível usar hipnose em crianças, que será recebida e realizada com muita facilidade tendo um excelente prognóstico.

 

– Existe algum tipo de limitação de idade?

A limitação da idade acontece por dois motivos principais: a baixa capacidade de concentração e percepção da realidade. Acontece que a Hipnose se utiliza da linguagem para criação de novas realidades e assim, contenção daquelas criadas pelo sujeito que ferem o subconsciente causando os “transtornos” psicológicos que atrapalham o desenvolvimento “normal” da sua vida. Como os mais novos que seis anos ainda não conseguem verbalizar com precisão, expor a sua angústia de forma coerente, nem têm a capacidade cognitiva desenvolvida a ponto de estabelecer relações de causa e consequência para aquele fenômeno, recomenda-se esse teto de idade.

– Desta forma então, podemos dizer que de seis a 12 de idade é o período indicado para a Hipnose nas crianças?

De seis a 12 anos já é possível estabelecer uma comunicação mais eficiente com a criança. Assim incentivando-o com metáforas até alcançar o “X” da questão. A partir daí, com a hipnose em crianças, os resultados aparecem em um menor espaço de tempo.

 

Contatos Drª Cintia Faria

 

Endereço:

Av. Jamel Cecilio 2496 – Edificio Business Style – 13º Andar – Goiania Brasil

 

No Youtube: https://www.youtube.com/channel/UClqam_wQ2XtCLnTFSDX3EFw

 

Portal (Web Site): www.cintiafaria.com.br

Facebook: Hipnoterapeuta Cíntia Faria  

Instagram: @cintiaraianefaria

 

Texto – Organização (revisão)
Jornalista Felipe de Jesus