A qualidade da educação de Contagem é mais uma vez destaque no cenário nacional. A estudante do 8º ano da Escola Municipal Machado de Assis, no bairro Amazonas, Vitória Aparecida Amaral Silva, 13, é finalista no I Concurso de Logomarcas da 13ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNTC 2016), organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).O desenho escolhido vai inspirar a logomarca do evento que ocorrerá de 17 a 23 de outubro, com o tema “Ciência alimentando o Brasil”.

A jovem contagense e outros cinco estudantes tiveram os desenhos selecionados entre 502 trabalhos de alunos de escolas públicas e particulares de todo país. Agora, eles disputam o primeiro lugar, por meio de votação popular, online, que ocorrerá até as 14h da próxima segunda-feira (9/5), no site do MCTI. Para votar é só acessarhttp://semana.mcti.gov.br, escolher a logomarca preferida e na sequência clicar em enviar.

Para o secretário de Educação, professor Ramon, a presença de uma estudante da Rede Municipal de Ensino na final do concurso é mais um motivo de orgulho. “A conquista é reflexo dos investimentos na área educacional e também da dedicação e do envolvimento de educadores e estudantes, características que contribuem para colocar Contagem na Rede Global de Cidades de Aprendizagem da Unesco”, pontuou.

“Além de orgulho, isso é um incentivo a mais para que outros estudantes possam participar de concursos e, assim também, possam enriquecer seus conhecimentos”. A opinião é do diretor da Machado de Assis, Ilton César Vieira, e da professora responsável por incentivar os estudantes a participarem do concurso, Ana Paula Coutinho.

“Para criar a logomarca, eu me inspirei nos símbolos da ciência e da tecnologia. Como o tema do evento será a alimentação, acrescentei a imagem de uma árvore repleta de alimentos”, conta a menina Vitória Amaral, ainda surpresa pela seleção entre mais de 500 estudantes no Brasil inteiro. “Caprichei ao máximo que pude, porque sou muito detalhista, mas não esperava ter o meu desenho escolhido porque éramos muitos concorrentes. Agora, tomara que eu conquiste o prêmio”, completou a adolescente que, neste ano, já conquistou uma bolsa para iniciação científica, por meio de participação na Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (Obmep).

A mãe de Vitória, Adriana Amaral, também comemora a seleção da filha para participar da fase final do concurso. “Em tudo o que faz, ela é sempre muito dedicada e perfeccionista. Achei o desenho muito criativo, mas não esperava que ela fosse classificada, pois tinha alunos do país inteiro na disputa”, declarou.

Os seis finalistas incluem além da aluna de Contagem, Vitória Aparecida Amaral Silva; os estudantes Amanda da Silva Rodrigues, de Brasília (DF); Gabriela Barbosa Rêgo, de Betim (MG); Guilherme Mateus do Nascimento, de Guiratinga (MT); Lara da Silva Guzzo, de Cariacica (ES); e Vitor Emanuel Honorio Silva, de Vitória (ES).

Como premiação, o campeão da disputa ganhará um notebook doado pela empresa Positivo Informática. Já os seis finalistas, de acordo com o diretor do MCTI, receberão certificados e um kit de conteúdo científico.

Encontro

Organizadores regionais da SNCT em todo o Brasil devem participar do encontro anual em 18 e 19 de maio, no auditório do MCTI. Para discutir o papel da ciência na segurança alimentar, o evento prevê palestras e debates com especialistas do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), das coordenações-gerais de Cooperação Humanitária e Combate à Fome do Ministério de Relações Exteriores (MRE), e de Pesquisa e Desenvolvimento da Segurança Alimentar e Nutricional do MCTI, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa).