O Corpo de Bombeiros foi chamado para combater um princípio de incêndio no edifício Arcângelo Maletta, centro de Belo Horizonte, na manhã desta terça-feira (15). O prédio é um tradicional ponto cultural e da boemia mineira, com bares, restaurantes, sebos, além de residências.

Conforme os militares, um curto-circuito deu início ao fogo que atingiu os cabos de um dos elevadores. As chamas foram contidas por brigadistas do condomínio, sem o registro de feridos ou intoxicados.

A administração informou à reportagem do Jornal Correio Eletrônico que a graxa e o óleo que cobrem os cabos provocaram também muita fumaça. A funcionária desse setor disse ainda que os bombeiros militares e civis orientaram os moradores e condôminos a permanecerem em seus andares e que só descessem em casos de suspeita de intoxicação.

Ainda segundo a administração, os demais elevadores não foram afetados e o acesso ao prédio está liberado.

Somente em 2015, em todo Estado de Minas Gerais, os bombeiros atenderam a 434 chamados envolvendo elevadores, tanto para o resgate de pessoas presas, quanto para princípios de incêndios.