A Semana Santa terminou com 29 mortos nas estradas que cortam Minas Gerais. Os números levam em conta os balanços divulgados nesta segunda-feira (28) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela Polícia Militar (PMMG). Ao todo foram 467 acidentes (218 pela PRF e 249 pela PM). O número total de feridos foi de 476.

O levantamento mostra que a Semana Santa deste ano foi mais sangrenta que a de 2015, quando oito pessoas morreram nas estradas federais no Estado. O número de feridos foi o mesmo e os acidentes foi superior, com 280 ocorrências, considerando apenas os dados da PRF, que conta com 233 feridos este ano.

Segundo a PMMG, no ano passado foram 272 acidentes com 17 mortes e 249 feridos, mostrando uma singela diminuição nas ocorrências registradas pela corporação.  Com um total de 25 mortos,

De acordo com o balanço federal, neste ano seis pessoas faleceram em acidentes na BR-381, quatro óbitos foram registrados na BR-040 e um nas BRs 251, 116 e 050.

Perigo

Ainda segundo a PRF, até o meio-dia de quinta-feira (24), primeiro dia de operação, foram contabilizados cinco óbitos. Do total de mortes, oito ocorreram com o tempo chuvoso e seis em acidentes em curvas.

Quase metade dos acidentes que resultaram em vítimas fatais aconteceram na BR-381, no trecho entre Belo Horizonte/Governador Valadares. O levantamento mostrou, ainda, nove óbitos foram em consequência de batidas de frente.

Já segundo a Diretoria de Meio Ambiente e Trânsito (DMAT), da PMMG, as principais causas dos acidentes foram: falta de atenção ao volante(87), animal na pista(23), dirigir embriagado(21), velocidade incompatível(18) e derrapagem(18).

Imprudência

Durante os quatro dias de feriado, agentes da PRF aplicaram 7.716 multas por excesso de velocidade e outros 792 por ultrapassagem proibida. No total, 14.171 veículos foram abordados.

Além disso, 4.423 testes do bafômetro foram registrados e resultaram na autuação de 70 motoristas. Contudo, nenhum foi preso.

Os policiais militares fizeram em vários pontos do Estado 3.467 testes de etilômetro  e prenderam 52 pessoas por embriaguez ao volante. No período, foram fiscalizados 44.911 veículos, sendo removidos 401.

Além disso, a Polícia Militar Rodoviária recolheu 280 CNHs/PPD. Foram autuados 588 motoristas inabilitados.