A retirada dos ingressos para o Festival Momentos Aymoré começa nesta segunda-feira, 11 de abril, a partir das 9h, ao lado da entrada do Parque Municipal Américo Renné Giannetti, na Avenida Afonso Pena, Centro de Belo Horizonte. O evento é gratuito, mas devido à regulamentação municipal de uso do espaço, a distribuição do ingresso é obrigatória. Para obter a entrada, basta comparecer ao posto e apresentar o RG. É permitida a retirada de até dois ingressos por pessoa. No dia do evento, deve-se apresentar o RG e o ingresso para ter acesso à área dos shows.

Quem preferir, pode solicitar a entrada pelo site do Sympla (www.sympla.com.br/momentosaymore). Neste caso, será cobrada uma taxa de conveniência de R$5,00, que pode ser paga em cartão de crédito ou débito.

Momentos Aymoré 2016 em Belo Horizonte

No sábado, 16 de abril, a partir das 19h, o programa Momentos Aymoré volta a Belo Horizonte e presenteia os mineiros mais uma vez com uma programação musical para todos os gostos. O Parque Municipal Américo Renné Giannetti (Av. Afonso Pena, s/n, Centro) receberá atividades recreativas e shows musicais para toda a família com entrada franca (os ingressos devem ser retirados com antecedência). O Grupo Trampulim fará uma “Intervenção de Palhaços”, com música e jogos recreativos. Em seguida,Graveola e o Lixo Polifônico recebe Juliana Perdigão para o primeiro show da noiteseguidos por Chico Salem, que convida Arnaldo Antunes, e Tulipa Ruiz, que recebe a participação especial de Erasmo Carlos.

A abertura oficial do festival será realizada pelo Grupo Trampulim, que fará uma verdadeira “Invasão de Palhaços” no Parque Municipal com muita alegria para todas as idades. Considerada uma das maiores companhias de circo do Brasil, o Grupo Trampulim foi criado em 1994 e especializou-se na linguagem do palhaço que, aliada à música e à improvisação formam o que é hoje o eixo artístico do Grupo. Reconhecido por sua maneira autêntica de se comunicar com o público, o Trampulim é formado por um grupo de artistas comprometidos em fazer de sua arte, uma ferramenta para surpreender, emocionar e transformar as pessoas.

Em seguida, a banda mineira Graveola e o Lixo Polifônico se apresentam. Composta por músicos irreverentes e atrevidos, que fazem uma colagem musical instigante, misturam o sofisticado ao popular a ponto de torná-los indistinguíveis. Desde o surgimento do grupo em meados de 2004, seus integrantes vêm surpreendendo o eclético público que conquistam a cada apresentação com sua mistura entre o lixo cultural e o lirismo politico, a pseudo-erudição e a experimentação de amabilidades sonoras. A cantora e instrumentista Juliana Perdigão é a convidada do grupo para uma participação especial.

O instrumentista, cantor, compositor e produtor musical Chico Salem sobe ao palco do Momentos Aymoré para apresentar o show de lançamento do novo disco “Maior ou Igual a Dois”. Desde 1999, Chico é parceiro de Arnaldo Antunes, com quem já gravou seis CDs atuando como multi-intrumentista e arranjador. E esta parceria estará presente no evento com a participação especial de Arnaldo Antunes, que cantará com Chico Salem músicas de ambos os artistas.

Para fechar a edição 2016 de Belo Horizonte, Momentos Aymoré promove um encontro inédito na música brasileira. A cantora e compositora Tulipa Ruiz, que apresentará o show de seu atual trabalho “Dancê”, convida para uma participação mais que especial o roqueiro que se consagrou na Jovem Guarda, Erasmo Carlos.

 Sobre a Aymoré 

A marca nasceu em 1924 no Rio de Janeiro, na fábrica Moinho Inglez, dando início à história da marca. Em 1930, é inaugurada a fábrica da Massa Aymoré, em Contagem, na região central de Belo Horizonte. Em 1940, sob a gestão da empresa paulista Refinações S.A, passa a ser conhecida também no Estado de SP. No ano de 1950, a família Ballesteros inaugura a fábrica Produtos Alimentícios Cardoso S.A.

Dez anos depois, a empresa Produtos Alimentícios Cardoso S.A. adquire o maquinário, as marcas e as patentes da Rodolpho Grissi & Cia. Ltda, e passa a produzir balas. Em 1970, a Cardoso S.A. incorpora a indústria Massas Aymoré. No ano de 1980, a marca compra os terrenos e galpões da J.A.F. Duarte e, em 1990, após todas as aquisições, passou a contar com cerca de quatro mil funcionários. Em 2005, os grupos Arcor e Danone anunciaram a fusão para fundir as suas atividades no ramo de biscoitos na Argentina, no Brasil e no Chile, criando a maior empresa do setor da América do Sul.

A marca Aymoré tem 90 anos no mercado e é líder em Minas Gerais no segmento de biscoitos. A fábrica e o centro de distribuição estão localizados em Contagem (MG) e possuem 860 colaboradores. São produzidas cerca de 3.200 toneladas de produtos por mês que chegam ao mercado por meio de 40 mil pontos de venda distribuídos estrategicamente no país. Essas, entre outras informações, podem ser encontradas na linha do tempo da marca pelo site: www.aymore.com.br e pela Fan Page www.facebook.com/biscoitosaymore.

A linha é apresentada nas versões Cream Crackers, Salpet, Maizena, Amanteigados, Recheados, Rosquinhas, Receitas da Vovó, Wafers e a linha saudável (cookies e crackers) com a marca Grãos da Terra, lançada em 2012 no mercado brasileiro.

Sobre a Arcor 

Há 35 anos, a Arcor, multinacional argentina, atua em todo o território brasileiro sendo o terceiro produtor de chocolates do país, líder no segmento de chicles infantis e um dos principais players de biscoitos do Brasil. É líder mundial na produção de balas e principal exportadora de guloseimas do país, produzindo 170 mil toneladas/ano. O Grupo Arcor é uma empresa global, de origem Argentina, exportadora de guloseimas do Brasil, Argentina e Chile e uma das maiores fabricantes de chocolates da América Latina. É líder mundial na produção de balas e também a maior empresa do segmento de biscoitos da América do Sul, com 20 mil colaboradores e 39 fábricas.

Conheça mais: http://arcor.com.br/ e https://www.facebook.com/ArcorBrasil/