Cultura

Começa a temporada de observação de aves no Santuário do Caraça

5 Min leitura

Prática ajuda na conscientização e preservação ambiental, diminui o estresse e aumenta a capacidade de percepção; Santuário do Caraça é um ótimo local para realizar a atividade, pois, além de estar localizado próximo a capital mineira, possui mais de 380 espécies para observação

Observação de aves: uma prática antes muito atribuída a profissionais das ciências biológicas se tornou uma ótima opção de hobby e, até fonte de pesquisas para diversas pessoas de várias faixas etárias e profissões. O ato também é chamado de birdwatching ou passarinhar, como é popularmente conhecido.

De acordo com os dados da Avistar Brasil, grupo que promove o maior encontro de praticantes da modalidade no país, existem mais de 35 mil observadores de aves no país. E não poderia ser diferente, já que o território nacional é o segundo maior do mundo em número de aves, passando de mais de 1.900 espécies, o que totaliza cerca de 20% das aves do mundo, de acordo com pesquisa feita pela Save Brasil, braço da BirdLife International.

Além de auxiliar, e muito, para a preservação e conscientização ambiental e catalogação das espécies, a modalidade faz muito bem para quem a pratica. Pesquisas da Universidade de Exeter, na Inglaterra, apontam que observar aves, mesmo que em ruas perto de casa, ajuda a combater a depressão e a ansiedade. O estudo comprovou que as pessoas que moram em bairros arborizados e com mais aves por perto, tem menos chances desenvolverem problemas de saúde, como o estresse. A pratica também estimula e aprimora a capacidade de atenção e os sentidos, como audição e visão.

Para começar a praticar o birdwatching não é necessário nenhum alto investimento ou especialização, os observadores precisam, geralmente, de um binóculo de qualidade e um guia de bolsa, para auxilia-lo na identificação das espécies. Uma outra característica fundamental dos adeptos é não ter preguiça de levantar cedo da cama, pois o melhor horário para fazer a observação é pela manhã, quando as aves estão mais ativas.

É muito fácil encontrar espécies em praticamente todos os ambientes, portanto, as aves podem ser observadas em praças, parques e jardins das cidades. Para observar espécies mais raras é necessário sair das zonas urbanas e se aventurar em verdadeiras e divertidas expedições. Um ótimo lugar para ter esse contato com as aves é no Santuário do Caraça, na divisa dos municípios de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara, em Minas Gerais. Composto por quase 13 mil hectares de Mata Atlântica, Campos Rupestres e Cerrado, com diversas trilhas desde as mais curtas, até as que levam horas de caminhadas, passando por belíssimas cachoeiras, o Santuário possui mais de 380 espécies de aves, algumas existentes só naquela região e com risco de extinção.

Marcelo Vasconcelos, mestre e doutor em aves das montanhas do leste do Brasil, e guia do Caraça, diz que é crescente a visita de adeptos da prática ao Santuário, inclusive de outros países. “Nunca guiei o mesmo grupo, ou pessoa, por mais de uma vez. Geralmente, isso é muito difícil. O observador de aves tende a ser ‘nômade’, escolhendo conhecer mais lugares, e mais aves, do que ficar voltando sempre a um mesmo local e vendo as mesmas espécies. Já recebemos visitantes, que vieram praticar o birdwatching, de diversas localidades do Brasil e até mesmo de outros países. E isso é muito interessante, pois a atividade garante um aprendizado constante, ou seja, quanto mais espécies um observador aprender a identificar, mais habilidoso ele ficará para novas observações. Assim, sempre haverá a possibilidade de observação de espécies ainda não conhecidas, raras ou de beleza única, tornando a atividade muito divertida e recompensadora”, afirma.

Entre as aves com risco de desaparecem, e que podem ser encontradas no Caraça, estão: O Macuco, o Uru, a Águia-Cinzenta, o Gavião-de-Penacho, O Falcão-de-Peito-Laranja, o Negrinho-do-Mato e várias outras espécies. Quem vai ao Santuário praticar a modalidade, sempre está em busca dos maravilhosos Beija-Flor-de-Gravata-Verde, Formigueiro-da-Serra, Tapaculo-Serrano, Garrincha-Chorona, Tesourinha-da-Mata, Papa-Moscas-de-Costas-Cinzentas e do Rabo-Mole-da-Serra.

Para praticar o birdwatching no Santuário do Caraça, é recomendado que o observador se hospede nas acomodações disponíveis no local. Assim ele pode começar a expedição bem cedo, explorando melhor as trilhas, sem precisar se preocupar com o horário de funcionamento do local. Os meses de primavera e verão (de setembro a março) são os melhores para realizar a modalidade, já que as aves estão mais ativas, pelo fato de a estação reprodutiva da maioria das espécies se concentrar neste período.

O Santuário do Caraça funciona todos os dias da semana, das 08h às 17h para visitação e 24 horas para hospedagens previamente agendadas. A taxa de entrada para visitação custa, a partir de R$ 12,00. A hospedagem, com pensão completa, varia entre R$ 143,00 e R$ 220,00, por pessoa, a diária, dependendo da acomodação. Para mais informações e reservas acesse o site http://www.santuariodocaraca.com.br/.

 

Serviço

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, KM9 – Entre os municípios de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara – CEP 35969-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do charmoso acesso por trem (Estação Dois Irmãos – Barão de Cocais/MG)

Horário de Funcionamento para visitação: Todos os dias, das 08h às 17h

Valores: a partir de R$ 12,00

Hospedagem: (Diárias)

Fazenda do Engenho:

R$ 243,00 para 1 adulto

R$ 162,00 por pessoa para 2 ou mais adultos

R$ 81,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

 

Santuário do Caraça

 

Suítes Imperiais (São 2 suítes para casais – Lado direito do Santuário, andar superior)

R$330,00 para 1 adulto

R$220,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$110,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

 

Sobradinho Afonso Pena (São 4 apartamentos, a ala comporta 14 pessoas – Parte externa do Santuário, sobre a recepção – escada)

R$303,00 para 1 adulto

R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala do Irmão Lourenço (São 9 apartamentos, a ala comporta 24 pessoas – Lado direito, abaixo da Ala do Santuário – escada)

R$303,00 para 1 adulto

R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala do Santuário (São 8 apartamentos, a ala comporta 24 pessoas

(Lado direito do Santuário, andar superior)

R$303,00 para 1 adulto

R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

 

Ala do Claustro (São 5 apartamentos, a ala comporta 15 pessoas – Próximo ao relógio do sol – parte interna, ao lado do Santuário)

R$303,00 para 1 adulto

R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

 

Ala da Carapuça (São 10 apartamentos, a ala comporta 20 pessoas – Parte externa do Santuário, em frente ao Museu e Biblioteca)

R$303,00 para 1 adulto

R$202,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$101,00 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

 

Chalé (Comporta 4 pessoas, sendo um quarto com uma cama de casal e duas de solteiro. Ocupação mínima – 2 adultos):

R$235,50 para 1 adulto

R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Casa da Ponte (Comporta até 15 pessoas, sendo dividida em duas partes: Parte principal – 12 pessoas. Ocupação mínima – 6 adultos e Suíte – 3 pessoas. Ocupação mínima – 2 adultos. As duas partes podem ser reservadas separadamente)

R$235,50 para 1 adulto

R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Ala dos Irmãos (São 8 quartos, a ala comporta 20 pessoas – Lado esquerdo do Santuário, abaixo da Ala do Claustro – escada)

R$235,50 para 1 adulto

R$157,00 para 2 ou mais adultos (por pessoa)

R$78,50 por criança de 6 a 12 anos (no mesmo apto dos pais)

Crianças de até 5 anos (no mesmo apto dos pais) não pagam

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

Mais informações:http://www.santuariodocaraca.com.br/

2990 posts

About author
Felipe de Jesus | Jornalista (FESBH), Publicitário (IPSP), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes), Economista (UNIP) & Advogado (FACSAL). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC). [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]
Articles
Relacionados
CulturaGeral

Conheça o Akatu, grupo de pagode que conquistou o Neymar e está ganhando o Brasil

3 Min leitura
Frame do vídeo compartilhado por Neymar Jr. em seu story no Instagram. O titular da Seleção Brasileira e do PSG divulgou em…
CulturaGeral

‘AS NOITES MAL DORMIDAS DE CAIO JOCHEM’ é a nova obra do escritor mineiro Raphael Juliano

2 Min leitura
A arte de observar as falhas no presidencialismo de coalizão que se tornou um livro. São 117 páginas que trazem impressos um…
Cultura

CCBB Educativo realiza retrospectiva de importantes exposições em comemoração ao aniversário do CCBB BH

1 Min leitura
Encontro ocorre no dia 27/8 em transmissão virtual para o público O CCBB BH comemora oito anos de atividade na capital mineira. Para celebrar…
Power your team with InHype
[mc4wp_form id="17"]

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.