[huge_it_slider id="4"]

Na certificação deve constar a autenticidade,
ou seja, se é realmente um diamante
e em seguida a classificação técnica

Hugo WernerHugo Werner Flister:
O certificado de um Diamante é o documento de identificação, classificação e
autentificação fornecido pelo especialista habilitado e credenciado
(Foto: Divulgação)

O diamante é uma das pedras mais desejadas e geralmente quem quer impressionar uma mulher com um anel, um colar, ou mesmo um brinco, não pensa duas vezes na hora de comprar. No entanto, muitas pessoas acham que “diamante e brilhante” são exatamente a mesma coisa, já que popularmente no Brasil, os dois termos são usados como sinônimos. O Gemólogo e Perito, Hugo Werner Flister, com 32 anos de experiência, fala sobre a diferença dos dois e lembra que a certificação deve ser exigida no ato da compra. “O certificado de um diamante é como um documento de identidade utilizado para garantir a legitimidade do bem a ser adquirido ou do  patrimônio já existente, fornecido pelo especialista habilitado e credenciado. Deve ser solicitado para evitar prejuízos e problemas futuros”, salienta.

Como é um certificado de um diamante?

É um documento de identidade, porém, específico para diamantes, onde constam descritas todas suas características.

Como é realizada a certificação de um diamante?

A certificação de um diamante é realizada com base nos resultados dos exames técnicos específicos para diamantes, descritos no certificado expedido pelo responsável técnico da empresa ou do especialista contratado.

O que deve constar descrito neste certificado?

Inicialmente a identificação, que é a constatação da autenticidade, ou seja, se é realmente um diamante e em seguida, a classificação técnica com as características como: forma e lapidação, medidas, peso em quilate,  classificação de pureza e classificação de cor. Fora isso, outros fatores que são utilizados mundialmente, como parâmetros para o mercado de diamantes que deverão ser analisados e considerados pelo especialista habilitado e credenciado.

Qual é a diferença entre diamante e brilhante?

São nomenclaturas muitas vezes confundidas e comumente utilizadas de forma errada  até por profissionais do mercado joalheiro. Todavia, a denominação correta da palavra diamante é para o mineral e brilhante para tipo de lapidação.

Qual a diferença entre certificado e um laudo pericial?

O certificado de um Diamante é o documento de identificação, classificação e autentificação fornecido pelo especialista habilitado e credenciado, tendo como objetivo garantir a legitimidade do bem a ser adquirido ou do patrimônio já existente,  Já o laudo pericial   é fornecido pelo perito oficial designado ou contratado,   com  finalidades  judiciais e extrajudiciais, como: partilhas, penhoras, substituições, acordos, pagamentos de dívidas , além de outras situações, ambos  são necessários, pois  é com base neles que  a avaliação monetária poderá ser realizada.

Qual conselho você pode dar para uma pessoa que deseja comprar um diamante de forma correta e segura?

Comprar de empresas estabelecidas e idôneas, sempre solicitando um certificado técnico e em outros, solicitar um laudo técnico expedido por especialista credenciado, evitando assim, prejuízos e problemas futuros.

Como contactar ou contratar seus serviços?

São 32 anos dedicados à profissão, realizando os trabalhos com ética e responsabilidade no intuito de sempre apresentar o melhor resultado. Temos escritório e laboratório para atendimento, meus contatos telefônicos são: (31) 3273-2648 e celular (31) 99907-5881. E mail: hugowernerperito@yahoo.com.br. Para conhecer um pouco mais sobre nosso trabalho, temos algumas matérias já publicadas na Web. Basta consultar usando o nome Hugo Werner Flister, ou ainda Associação dos Peritos Judiciais, Árbitros, Conciliadores e Mediadores de Minas Gerais (Aspejudi).  Confira pelo site:www.aspejudi.com.br ou diretamente pelo link: http://aspejudi.com.br/perito.php?hugo-verner-flister-556.