Com a chegada das férias, as pessoas começam a ir para as praias e clubes por
causa do sol escaldante do verão, e para ficarem em forma vale qualquer esforço

Arthys-Ultravac-3-baixa

 

 

*Felipe José de Jesus (JCE)

 

Tanto que o movimento nas clínicas de beleza e estética tem aumentado desde o dia 1° de dezembro. De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor deve crescer 25% durante a estação. E o faturamento de cada empresa pode ultrapassar os 15%, já que nem todas as pessoas têm tempo para perder os quilos a mais nas academias, mas têm disposição para gastar até R$ 4 mil para ficar com o corpo em dia no verão.

A especialista em estética e cosmetologia, Romana Raslan, explica que o cuidado com o cliente é o grande diferencial para esse mercado. “Houve uma mudança de postura das pessoas diante desse serviço, por isso ele vem crescendo no Brasil. E a chave do sucesso é realizar os tratamentos de acordo com a real necessidade do paciente. Pelo o que percebo, o que está motivando as pessoas a buscarem esses serviços é a procura pela beleza e pelo bem estar”.

Ela acrescenta que na maioria dos casos, a primeira motivação que leva a pessoa a procurar uma clínica é a estética mesmo. “A questão financeira fica em segundo plano, pois a partir do momento em que a ela começa a perceber os resultados e benefícios do novo corpo e mente, surge um novo conceito e estilo de vida”, relata.

Romana aposta que o movimento nas clínicas no início do ano deve dobrar. “A expectativa é atingir 20% de crescimento e com certeza ultrapassar o faturamento de 13%. Os serviços mais procurados são aqueles que promovem um resultado mais imediato, dentre eles estão a criolipólise, que acaba com a gordura localizada e o programa de emagrecimento que permite que o paciente emagreça até 10 quilos em apenas 10 semanas”, explica.

 

Vale tudo

Os preços variam de acordo com o procedimento, por exemplo, o programa de emagrecimento pode chegar até R$ 4 mil. Segundo a especialista, o valor vem agregado com diversos benefícios para o cliente. “Esse pacote custa R$ 3, 912, porém, nele o paciente é acompanhado por uma equipe multidisciplinar composta por endocrinologista, psicóloga, nutricionista, avaliador físico e fisioterapeutas. O cliente recebe orientações de alimentação, atividade física e ainda trata flacidez, celulite e o contorno do corpo em conjunto, com equipamentos de última geração”, justifica.

A administradora de empresas Sandra Maria, 35, diz que todo ano faz uma reserva de dinheiro para ficar em forma, já que sempre viaja para  a praia no verão. “Faço questão de guardar dinheiro, até porque não tenho tempo para encarar uma academia, pois viajo muito, pelos menos duas vezes no mês. Nesse caso, as clínicas entram como a única maneira de ficar em plena forma e, o melhor, em pouco tempo. Não acho caro, pois o gasto na academia durante um ano, pode até ficar mais caro que um pacote desses”, acredita.

 

Dicas fundamentais

De acordo Romana, para chegar ao crescimento aguardado pelo setor para o verão de 2015, os gestores devem se atentar a alguns quesitos de extrema relevância. “Respeitar todos os critérios de segurança que cada tratamento exige, bem como as limitações de cada paciente. É isso o que resulta em um tratamento de excelência e de qualidade. Não se deve vender gato por lebre, ou seja, ofertar algo que esteja fora das necessidades e condições dos seus clientes”, conclui.

– See more at: http://www.jornaledicaodobrasil.com.br/site/setor-de-beleza-e-estetica-espera-crescer-25-durante-o-verao/#sthash.LpojAge2.dpuf