[huge_it_slider id="4"]

O Campeonato Mineiro vai começar! As primeiras partidas da competição estão marcadas para este fim de semana. A festa de abertura, no entanto, reuniu alguns dos protagonistas do Estadual já nesta terça-feira, no Mineirão.

O evento contou com representantes dos 12 clubes que disputarão o campeonato – entre jogadores, técnicos e dirigentes. E, de quebra, ainda homenageou nomes como Reinaldo, Tostão e Carlos Alberto Silva, morto na última semana.

Novidades

 A fórmula já tradicional de disputa continua em 2017. Os 12 clubes se enfrentam em turno único na primeira fase. Os dois últimos são rebaixados. Os quatro primeiros avançam às semifinais.

Mas uma novidade, que possivelmente poderá ocorrer já na edição deste ano, foi anunciada pelo presidente da Federação Mineira de Futebol, Castellar Guimarães Neto. “É a possibilidade de no final decidir o título de campeão do interior”, disse o dirigente máximo da FMF, que ainda citou a chance de a fórmula do Mineiro se tornar “padrão” entre os estaduais.

Interior forte

Além dos favoritos belo-horizontinos ao título, o Campeonato Mineiro conta com representantes de outras nove cidades. Rebaixado à Série C em 2016, o Tupi busca a redenção em 2017 já a partir do Estadual. “A expectativa é a melhor possível. Esperamos que o time esteja motivado, e a meta é chegar às semifinais”, disse Myrian Fortuna, presidente do clube de Juiz de Fora.

Obrigação de título

Atlético, Cruzeiro e América chegam à competição como os principais favoritos. O Coelho, inclusive, defende o título conquistado em 2016. “Fizemos um time forte. Vamos entrar para buscar o bicampeonato, fazer o que fizemos 100 anos atrás”, disse o confiante Alencar Junior, presidente do clube, em alusão aos títulos consecutivos do América.