Na noite de estreia do técnico Paulo Bento, quem roubou a cena foi o centroavante Rafael Moura. Autor de dois gols, He-Man só não estragou de vez o debute do treinador português pelo Cruzeiro, porque a Raposa buscou a desvantagem de 2 a 0 no placar e pelo menos conseguiu um empate por 2 a 2, neste sábado, no Mineirão.

Apesar da maior posse, as chances do Cruzeiro vinham sendo construídas a partir de chutes de fora da área, porém, na reta final do primeiro tempo, o Cruzeiro quase marcou em bola alçada na área, que De Arrascaeta mandou para fora, perdendo chance claríssima. O castigo veio pouco depois com Rafael Moura que, de cabeça, abriu o placar no Mineirão aos 40 minutos, fazendo o Figueira ir para os vestiários em vantagem.

Na volta do intervalo, o Cruzeiro seguiu apostando na maior posse de bola, mas o Figueirense tinha Rafael Moura, que marcou mais um aos 9 minutos, novamente de cabeça. Um minuto depois, porém, o time celeste diminuiu com Elber, após bela jogada individual do meia.

O gol acordou o Cruzeiro, que não esperou muito para conseguir o empate. Com 17 minutos, Sánchez Miño cruzou na cabeça de Douglas Coutinho, que mandou no ângulo de Gatito. O segundo tempo continuou movimentado e, poucos depois, o Figueirense levou perigo com Guilherme Queiroz, que obrigou Fábio a uma defesa importante.

Pressionado por jogar em casa e não ter vencido na estreia pelo Brasileirão, o Cruzeiro se lançou ao ataque na reta final da partida, mas quem quase marcou foi Rafael Moura que, cara a cara com Fábio, chutou em cima do goleiro cruzeirense. O lance esfriou o time cruzeirense, que não mostrou forças para conseguir a virada.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 X 2 FIGUEIRENSE

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 21 de maio de 2016 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (asp.FIFA-MT)
Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho (asp.FIFA-MT) e Fábio Pereira (TO)
Cartões amarelos: Bruno Viana, Sánchez Miño e Ariel Cabral (Cruzeiro); Marquinhos Pedroso (Figueirense)
GOLS
Cruzeiro: Elber aos 10 minutos, Douglas Coutinho aos 17 minutos do segundo tempo
Figueirense: Rafael Moura aos 40 minutos do primeiro tempo; Rafael Moura aos 9 minutos do segundo tempo
Cruzeiro: Fábio; Gino, Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Sánchez Miño; Henrique, Bruno Ramires, Elber, De Arrascaeta (Allano) (Ariel Cabral) e Pisano (Douglas Coutinho); Willian
Técnico: Paulo Bento
Figueirense: Gatito Fernández; Jefferson, Bruno Alves, Jaime e Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Ferrugem (Dudu), Jocinei e Bady (Ortega); Guilherme Queiroz (Ermel) e Rafael Moura
Técnico: Vinícius Eutrópio