Jogador acionou o Santos na Justiça, o que virou um facilitador para sua transferência para outro clube

image (8)

GUILHERME GUIMARÃES@SUPER_FC

Depois de anunciar a recente contratação do atacante colombiano Riascos e de superar o Internacional na briga pelo meia uruguaio De Arrascaeta, o Cruzeiro está perto de concluir também a negociação com o lateral-esquerdo Eugenio Mena, de nacionalidade chilena.

Nesta terça-feira, a diretoria do Cruzeiro tem conversa marcada com o empresário André Cury, representante do jogador no Brasil.

Em contato com o Super FC, Cury afirmou que na próxima semana se encontrará com membros da direção azul em Belo Horizonte.

“Teremos uma reunião nesta terça-feira para tratarmos do assunto Mena. É apenas um encontro, e o jogador não participará”, garantiu Cury.

Tido como primeira opção para substituir Egídio – vendido ao Dnipro (UCR) -, Mena acionou o Santos, seu atual clube, na Justiça, o que virou um facilitador para sua saída do Peixe.

Na última semana, o jogador conseguiu que a Justiça do Trabalho concedesse uma liminar que o libera do Santos. O clube paulista não cumpriu acordos trabalhistas,  atrasou salários, FGTS e outros direitos, como os de imagem.

O Peixe detém 50% dos direitos de Mena, enquanto a outra parte está vinculada ao grupo de investimentos Teisa. No time praiano, Mena recebia cerca de R$ 157 mil, valor também apresentado ao Cruzeiro pelo empresário André Cury, para um contrato de 4 anos.

Nesse período, a diretoria da Raposa se comprometeria a comprar, anualmente, 20% dos direitos de Mena, até que o montante complete 60% dos direitos do lateral.