[huge_it_slider id="4"]

image (2)

A vantagem é mais do que considerável. O suficiente para o técnico Marcelo Oliveira se dar ao luxo de poupar alguns dos seus principais jogadores. O pensamento está todo voltado para o Fluminense, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

Por isso, o Cruzeiro quer fazer da partida desta quarta-feira (3), contra o Santa Rita, de Alagoas, às 19h30, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, uma preparação para o confronto contra o tricolor carioca.

Afinal, só uma catástrofe tira a vaga da Raposa na próxima fase. Como venceu o confronto de ida, no Mineirão, na semana passada, por 5 a 0, a equipe celeste pode perder por até quatro gols de diferença. Se o Santa Rita devolver os 5 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Se balançar a rede adversária, o Cruzeiro pode perder por cinco gols de diferença.

Será uma oportunidade para Marcelo Oliveira testar novas formações. Contra o Fluminense, ele não contará com os meias Everton Ribeiro e Ricardo Goulart, o volante Lucas Silva e o atacante Alisson, que estão servindo à Seleção Brasileira principal e sub-21, respectivamente.

Se vencer o tricolor, domingo, o Cruzeiro terminará o turno com 45 pontos e 79% de aproveitamento, uma marca inédita desde 2006, quando a Série A passou a ser disputada por 20 clubes.

Quem espera agarrar a chance na noite desta quarta é o meia Marlone. Substituto de Everton Ribeiro, ele vive a expectativa de estar em campo também contra os cariocas, no próximo domingo.

“Estou trabalhando. Sei que há tempo para todas as coisas e vou esperar a minha vez”, garante o camisa 23 cruzeirense.

O volante Nilton, que assume o lugar de Lucas Silva, prefere adotar a cautela. “Temos uma vantagem boa, mas é preciso ter a consciência de que o Santa Rita vai querer impor um ritmo forte desde o começo do jogo”, opina o jogador, que perder a titularidade este ano.

Mudanças

Para o jogo de logo mais, além de Dedé, que sequer viajou com a delegação, Marcelo irá poupar os laterais Mayke e Samudio, o volante Henrique e os atacantes Marcelo Moreno e Dagoberto. Todos vão compor o banco de reservas, já pensando no Fluminense.

A novidade fica por conta da presença do jovem Neilton, de 21 anos, pela primeira vez entre os titulares. Ele fará companhia a Júlio Baptista. Na lateral esquerda, o zagueiro Alex será improvisado. Na direita, Ceará assume o setor.
 
Marcelo treina pênaltis
 
“O futebol é uma caixinha de surpresas” já diz o ditado. E o técnico Marcelo Oliveira parece estar levando a frase à risca. Para evitar qualquer “zebra”, o comandante do Cruzeiro exigiu que os jogadores treinassem cobranças de pênaltis no treino desta terça-feira (02), no campo do Corinthians Alagoano, mesmo com a larga vantagem de ter vencido por 5a 0 na partida de ida. A atividade é normal nas atividades da Raposa, mas nessa terça ganhou outro contexto.