Genesis-2007-phil-collins-551378_650_421

Rutheford, Phil e Banks em 2016
(Foto: www.jambands.com)

*Felipe José de Jesus
Jornalista
Coluna: Opinião Musical 

Algumas bandas ficaram na história por causa dos seus últimos álbuns de estúdio como os Beatles (Abbey Road 1969) e o Queen (Innuendo 1991). Mas uma me chamou muita atenção, o Genesis com o disco “We Can’t Dance”, lançado em 1991. O álbum fecha um ciclo de quase 16 anos com Phil Collins no vocal após a saída de Peter Gabriel em 1975. No formato em vinil We Can’t Dance é duplo e traz a mistura do Rock / Pop já conhecido pelos fãs. Na lista de hits esta a faixa título do álbum e as demais: No So Of Mine, Living Forever, Way Of The World e a lenta e romântica Hold On My Heart, que escutada pela primeira vez, da a impressão de ser uma música da carreira solo do Phil Collins. Esse álbum não aparenta uma despedida do grupo dos estúdios, mas reforça a possibilidade de Phil; Banks e Rutheford lançarem algo novo para os fãs. Tomara 🙂