A última vítima teve o corpo resgatado neste domingo, em Carlos Chagas, no Vale
do Jequitinhonha; na maioria dos casos vítimas estavam nadando para aliviar o calor

 image

 

Na última semana cerca de duas pessoas morreram afogadas por dia em rios e lagos de Minas Gerais, segundo o Corpo de Bombeiros. A última vítima teve o corpo resgatado neste domingo (18) no rio Mucuri, em Carlos Chagas, no Vale do Jequitinhonha. Se trata de Maria Rocha Brandão, de 34 anos, que tentou atravessar o rio nesse sábado (17) por volta de 15h e acabou se afogando. O corpo foi localizado a cerca de 300 metros do local de afogamento às 11h deste domingo.

Além dela, morreram afogados desde o dia 10 deste mês Alan Chaves Meira, de 16 anos, no rio Jequitinhonha em Almenara; Jurandir de Oliveira Junior, de 20 anos, que teve o corpo retirado do rio Grande, em Planura; Dhemerson Quiell da Cruz, de 32 anos, que se afogou na lagoa Santa Cruz em Betim; Willian Ferreira dos Santos, de 36 anos, que morreu quando nadava na lagoa Campo Azul, em Brasilândia de Minas; Fabíola da Silva Vital Resende, de 15 anos, que também nadava em um lago de Ituiutaba; e Marco Antônio Gonçalves Filgueira, de 14 anos, que se afogou no dia 8 deste mês no rio Doce, em Governador Valadares e só teve o corpo encontrado dois dias depois.

Além destes, também foram vítimas de afogamento os irmãos José Emílio Leite, de 35 anos e Luiz Carlos leite, de 34, que pularam na água do rio Pandeiros, em Januária, para salvar o sobrinho de 4 anos e acabaram se afogando – a criança foi salva por banhistas -; Roberto Barbosa de Souza, de 48 anos, que pescava quando resolveu se banhar no córrego dos Campinhos em Ubaporanga e acabou morrendo afogado; Fabrício de Souza, de 36 anos, que saltou a 30 metros de profundidade na lagoa do bairro Cidade Nova em Governador Valadares; Moacir Gaudino Augelino, de 61 anos, que se afogou na cachoeira de Macaúbas na MG-040 em Bonfim; Igor Douglas Santos Alves, de 19 anos, que teve o corpo retirado sob a ponte do rio São Francisco; altura do KM 498 da BR-262 em Moema; e Gledson de Paula Nogueira, de 15 anos, que se afogou no lago de um parque em Varginha.

Segundo o Corpo de Bombeiros, só entre dia 10 e 18 deste mês foram 14 mortes por afogamento em Minas, sendo a maioria de pessoas que decidiram entrar na água para se refrescar do calor.

Apenas uma vítima de afogamento conseguiu ser salva a tempo. Se trata de Natan Vinícius Santos da Costa, de 14 anos, que foi resgatado com vida em um lago de um sítio em Três Corações na última terça-feira (13).