image

Newton Paiva tem maior índice de aprovação no
Exame da Ordem dos Advogados do Brasil
(Foto: Divulgação)

 

Com tradição aliada a inovação, a Newton Paiva faz bonito e é líder em aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O curso de Direito da Newton está entre os três cursos privados em Belo Horizonte que mais aprovam no Exame, sendo que a Unidade Buritis tem o melhor índice de aprovação entre as instituições privadas de ensino superior na cidade.

Além do alto índice de aprovação, o curso de Direito possui quatro estrelas no Guia do Estudante, Selo OAB Recomenda e o terceiro lugar em Belo Horizonte no Ranking Universitário Folha. Todo esse sucesso é explicado por Emerson Castro, coordenador da Escola de Direito da Newton Paiva.

“A expansão do ensino em Belo Horizonte não acompanhou a qualidade necessária, mas na Newton, nós acompanhamos e preparamos o aluno para o mercado de trabalho. Além disso, nossa equipe de professores é muito qualificada e conta com duas competências básicas: uma competência acadêmica, de como fazer o aluno aprender mais, e a competência profissional. Afinal, noventa dos nossos professores estão com atividades no mercado jurídico”, conta.

“Nós também damos uma motivação interessante para nossos alunos. Os nossos planos de ensino sempre estão preocupados com a melhor aprendizagem do estudante. Por exemplo: a cada ‘x’ horas de aula, damos revisões para os alunos. Os professores também trabalham com avaliação sistêmica. Sempre trabalhamos com a interdisciplinaridade, para fazer com que o estudante tenha um aprendizado mais completo e interligado e sempre reveja suas matérias”, completa.

Inovação

Castro ainda explica que a Newton está antenada com as novas tecnologias e quer sempre estar modernizada para os alunos e o mercado de trabalho.

“Nós também nos preocupamos com a formação tecnológica dos nossos alunos, com o domínio e a certificação tecnológica, que é algo fundamental hoje. Isso porque o Judiciário está se modernizando cada vez mais em termos tecnológicos”, afirma.

“Por isso, estamos criando um aplicativo que será voltado para a prova da OAB e será lançado no primeiro semestre de 2015. Nossa ideia é aproximar ainda mais nossos alunos da tecnologia e termos um meio atrativo para a aprendizagem”, conta.