[huge_it_slider id="4"]

Evento foi palco para lançamento do novo disco
“Outono Selvagem” do rapper mineiro Flávio Renegado

dsc_0285-copia

Felipe de Jesus
GBC Conteúdo

Muito soul, funk e rap. Com essa mistura, o evento #SomosTodosBlack reuniu na tarde ensolarada do último sábado (27) cerca de 3 mil pessoas no Bairro Floresta, em Belo Horizonte para curtir boas músicas e muita diversidade cultural. O rapper Flávio Renegado lançou seu novo disco “Outono Selvagem” e trouxe ao palco as participações especiais de Simoninha e Joana Rochael. O evento contou também com o show do grupo Zevinipim, que recebeu Tamara Franklin e Brother Soul. Além disso, o público pode curtir o projeto Lá da Favelinha com a famosa batalha do passinho e a conceituada festa Original Sundays com os DJs Jahnu e Xeréu;

Flávio Renegado, que tem conquistado cada vez mais espaço no cenário musical nacional, apresentou para o público algumas das canções já conhecidas de sua carreira e hits do seu novo disco. A abertura do show foi com um “boa noite” bem animado ao som da primeira música do novo CD intitulada Black Star. “Boa noite pessoal. Temos muitos negros em BH, é um orgulho isso. Viva o #SomosTodosBlack, pois somos todos black não é mesmo?”, perguntou Renegado, que em seguida falou das participações que recheiam o disco Outono Selvagem. “O CD traz nomes conhecidos da música como Samuel Rosa, Diogo Nogueira, Alexandre Carlo e etc”, comentou.

Para a segunda canção do show, ele convidou a cantora Joana Rochael para dividir os vocais em Corda Bamba. “É com prazer que convido todos para cantarem comigo e com a querida Joana Rochael a música Corda Bamba. Essa canção está no meu novo álbum. Falando nisso, quem tem o meu novo disco? Quem não tiver vai ganhar no fim do show”. Em seguida Renegado disse que a cultura negra, tão rica no Brasil, precisa ser cada vez mais valorizada. “O #SomosTodosBlack tem essa força de unir as pessoas, por isso é muito bom poder realizar esse evento. Mas para sermos mais respeitados, precisamos votar melhor, escolher melhor os políticos, pois o sangue que está derramado no chão é sangue negro e precisamos mudar isso”, salientou o cantor que em seguida convidou o cantor e amigo Simoninha para o palco.

Nome de peso

O cantor Simoninha se tornou amigo de Flávio Renegado após encontro no programa Música Boa do Multishow e de lá para cá a amizade fortaleceu o que rendeu o convite do rapper. Conhecido por seus trabalhos e por ser filho também de Wilson Simonal,um dos maiores nomes da música nacional, ele agradeceu o convite do amigo. “É muito bom poder estar aqui na cidade com todos vocês. Muita música boa e energia em sintonia. Vamos agitar”, disse Simoninha que cantou com Renegado, Bebete Vãobora e Cadê Tereza, clássicos de Jorge Ben Jor. Para Simoninha o #SomosTodosBlack é uma mistura inteligente de música. “Trazer para o mesmo palco diversos nomes comprova que temos muitos artistas de peso na música nacional. Um grande show. Valeu pelo convite meu amigo e parceiro Renegado e por também dividir grandes músicas do repertório do meu pai Wilson Simonal”.

Arte na rua

Para os que curtem pintura e grafite, o #SomosTodosBlack também apresentou para o público um trabalho autoral do artista  Negro F., morador do Alto Vera Cruz. “Com muito orgulho nós trouxemos para o evento o grafite, que é uma arte urbana muito conhecida nos corredores de Belo Horizonte e também nas periferias. Sou conhecido do Flávio Renegado desde criança e praticamente há 17 anos trabalho com essa arte que hoje é o meu meio de sobrevivência. Mostrar esse tipo de arte, algo que vem das comunidades é a grande temática em minha opinião do evento. Espero que todos gostem, pois é feita com muito carinho”, comentou o artista que divulga suas exposições em seu blog:  http://negrof.blogspot.com.br/.

Batalha do passinho

Para animar ainda mais a festa, o projeto Lá da Favelinha trouxe a famosa batalha do passinho de funk que reuniu oito inscritos que dançaram e mostram seu talento para quatro jurados. Para o apresentador Kdu dos Anjos, a competição não se tratava de um duelo, mas uma troca de experiências do pessoal do morro. “Temos aqui participantes de peso de BH e todos muito profissionais. Não é uma competição, mas uma troca de aprendizado entre os participantes”, disse.

Para a jornalista Camila Coeli que foi curtir o #SomosTodosBlack, as atrações foram de primeira qualidade e o local muito bem escolhido. “A festa está linda. Uma reunião dos melhores da música. Quanto ao Flávio Renegado, um grande artista que vem ganhando destaque cada vez mais na mídia nacional. Parabéns à organização pelo evento e pelas participações musicais como o grande Simoninha”, concluiu.

O novo disco de Flávio Renegado Outono Selvagem pode ser baixado e escutado nas principais plataformas digitais e também no site: www.flaviorenegado.com.br .