Por: Thiago Muniz

Por que não te calas, Neymar?” (Juca Kfouri – 13/06/2016)

Neymar outra vez abriu a boca para falar besteiras. Uma lástima. Ele parece ser mais um exemplo de que, em alguns casos, como o dele, pé de atleta tem cura, cabeça não.

Pra começo de conversa: Ou Neymar amadurece e vira homem ou jamais será o número 1 do mundo.

Ao mostrar compreensível solidariedade aos jogadores da Seleção que tem deixado na mão por suspensões causadas por mera irresponsabilidade, atacou generalizadamente quem critica o ridículo que a turma da CBF tem exposto o futebol pentacampeão mundial.

Além de estapafúrdias, as manifestações de Neymar, indubitavelmente um fora de série com a bola nos pés, revelam pouca inteligência de alguém enrolado até o pescoço com a Justiça espanhola e com a brasileira, embora a responsabilidade seja quase toda de seu pai.

Ao falar o que fala, Neymar torna obrigatória a lembrança deste seu lado nebuloso.

Nada contra os craques marrentos, bocudos, com personalidade, ao contrário. Mas para tanto é preciso não ser infantil, simplesmente um moleque mal-educado.

A única coisa maior que o Neymar é a arrogância do próprio. Ele se vê, do alto de sua fortuna e prepotência, como líder da pior seleção brasileira de todos os tempos.

Graças à postura e ao futebol egoísta dele e de alguns outros atletas, parei de assistir à seleção brasileira e só voltarei o dia que ela me tratar com respeito, diferente do que faz quando vejo Dunga e Gilmar no comando e jogadores como Neymar e outros em campo. Ele que deveria se calar e refletir sobre o que ele quer para a vida.

O cara tem um rabo maior que o corpo. Todo enrolado com o fisco espanhol. É um analfabeto funcional vestido de grife. Neymar é um moleque deslumbrado.

O Neymar tem uma capacidade incrível de acumular dinheiro, tanto licitamente quanto ilicitamente, mas é incrível como intelectualmente e culturalmente permanece estacionado. É um jovem bobo, deslumbrado que só fala asneiras.

Que ele, a corrupta CBF e todos patrocinadores e mídia que estão minguando o nosso futebol explodam.

Espero cada vez mais desprezo da população brasileira a seleção.
BIO
Thiago Muniz tem 33 anos, colunista dos blog “O Contemporâneo”, do site Panorama Tricolor e do blog Eliane de Lacerda. Apaixonado por literatura e amante de Biografias. Caso queiram entrar em contato com ele, basta mandarem um e-mail para: thwrestler@gmail.com. Siga o perfil no Twitter em @thwrestler.