[huge_it_slider id="4"]

* Por Indianara Coimbra

O tomate acompanha muito bem qualquer salada, mas é sim, um fruto. Aliás, é o mais cultivado do mundo: com produção anual acima de 120 milhões de toneladas, ele supera a melancia e a banana – respectivamente, o segundo e terceiro de maior popularidade no planeta. O segredo do sucesso? Uma mistura rara de sabor, versatilidade e riqueza nutricional.

Apesar de ter ganhado fama com a culinária italiana, o alimento é originário da América, onde já era cultivado por incas e astecas muito antes da chegada dos europeus. Por volta de 1550, os colonizadores levaram as primeiras amostras para países como França e Alemanha, rendendo apelidos como “maçã do paraíso” e “maçã do amor”.

É curioso pensar nisso nos dias de hoje, mas o fruto que se tornou sucesso mundial chegou a despertar medo em seus primórdios, pela crença de que fosse venenoso. Entre as diversas variedades existentes, nenhuma deve ser evitada (muito pelo contrário, qualquer dieta rica conta com essa iguaria).

Entre as principais propriedades do tomate, podemos destacar a vitamina A (que, além da ação antioxidante, é muito importante para a saúde dos olhos e pele), vitamina C (responsável por proteger o sistema imunológico e participar de inúmeros processos importantes para manutenção e promoção da saúde), licopeno (forte aliado do sistema cardiovascular, que protege contra alguns tipos de câncer) e o cálcio (cuja função é manter ossos e dentes saudáveis), além de fibras, que não são consideradas nutrientes, mas devem fazer parte de qualquer alimentação saudável, entre outras funções, por ajudar a regular o intestino.

Tantos benefícios podem ser aproveitados sem prejudicar a boa forma: uma vez que tomates possuem, em geral, em média 28 calorias para 1 porção de 100g, qualidade que os coloca entre as opções favoritas de vegetarianos, por exemplo. Mas a versatilidade é uma das principais características desse fruto, que é simplesmente a base de delícias como o ketchup e os molhos de macarronadas e pizzas.

No Brasil, o tomate dos tipos Carmen, Italiano, Caqui e Sweet grape estão entre os mais comercializados, mas a variedade é extensa. Em comum, todos eles se destacam pelas propriedades funcionais e possuem sabores muito característicos. Não é à toa que ele ganhou o mundo e é sempre bem-vindo em qualquer mesa.

* Indianara Coimbra é nutricionista da Trebeschi, uma das principais produtoras e distribuidoras de tomates do Brasil.