A capital remoções aceita convênios médicos q planos de saúde

Falando sobre a dependência (química e alcoólica)

A OMS – Organização Mundial de Saúde – considera a dependência química como uma “doença” resultante da soma das necessidades físicas e psicológicas de uma pessoa que desenvolve o uso , e o abuso , de algum tipo de substância sejam elas o álcool ,o tabaco, a maconha , a cocaína , o crack, ou qualquer outra que altere sua percepção.

Conheça mais de 14 opções de excelentes clínicas de recuperação em São Paulo clicando aqui

As características de uma pessoa com “síndrome de dependência” podem ser consideradas como: “um conjunto de fenômenos fisiológicos, comportamentais e cognitivos em que o uso de uma substância alcança uma prioridade muito maior para o indivíduo que outros
comportamentos que antes tinham maior valor”… (Diz a Dra Psicóloga e Pedagoga.)

Com o uso abusivo dessas substâncias , vem a total perda de  controle do paciente , gerando sérios problemas em sua vida no
que tange os aspectos emocional , psíquico e orgânico. Além , é  claro , dos problemas sociais que elas podem causar nos
relacionamentos familiares , afetivos , sexuais e no trabalho.

DOENÇAS DIRETAMENTE LIGADAS AO ABUSO DE DROGAS E ÁLCOOL

O uso constante e abusivo de álcool propicia o surgimento de algumas doenças aos dependentes; algumas delas são:
• Gastrite
• Hepatite
• Infertilidade
• Infarto
• Câncer
• Pelagra
• Demência
• Anorexia Alcoólica

Abaixo , algumas doenças relacionadas ao uso de drogas:
• Distúrbios comportamentais
• DST’s
• Hepatites
• Enfisema pulmonar
• Insuficiência renal e hepática
• Desnutrição

As doenças ,tanto orgânicas quanto as psicológicas , podem surgir  pouco tempo depois do começo do uso das drogas e álcool. Sendo
assim, é de suma prioridade identificar a pessoa que esteja nessa situação , e encaminhá-la o mais rápido possível para um
tratamento adequado em clinicas especializadas em São Paulo/SP.

Além de evitar doenças graves, também se previne a overdose, trazendo para a pessoa qualidade de vida

Tratamentos para reabilitação das dependências química e alcoólica em São Paulo – CAPITAL REMOÇÕES
Contamos atualmente com quatro modalidades básicas para a recuperação do dependente químico e/ou alcoólico . São eles:

– Tratamento sem internação:

O tratamento sem internação com acompanhamento profissional especializado , é um feito de maneira tranqüila , sem pressa , e que proporciona ao paciente uma atmosfera favorável para o  resgate de suas potencialidades e o desejo de uma nova vida ,  longe das drogas. Com consultas são semanais , o dependente  deve comparecer ao centro de reabilitação para consulta com médico e terapeuta , que acompanharão o real progresso do  tratamento e , portanto , a alta médica. Ao final do tratamento , o indivíduo deve estar ciente de que está apenas começando uma  nova trajetória de vida ,e que todos os dias ele deverá renovar seus  compromissos consigo mesmo e dizer não ao mal do entorpecentes.

– Tratamento voluntário:
O próprio paciente , ao perceber sua necessidade de um tratamento especializado para sua dependência, procura sozinho, ou aceita o intermédio de um familiar , ajuda profissional. A  pessoa que se dispõe ao tratamento voluntário das drogas e  alcoolismo possui muito mais condições de ser bem-sucedida no  processo de desintoxicação e manutenção da abstinência. Outra  vantagem do tratamento voluntário é que o procedimento se torna  menos invasivo.

– Tratamento Involuntário

O tratamento involuntário é um procedimento legal , totalmente  planejado e seguro , para interromper o processo auto destrutivo de quem sofre com os vícios causados pela bebida e as drogas. A  decisão parte dos responsáveis e familiares em intervir , com  urgência , para que o dependente químico ou de álcool possa sair , o quanto antes , da situação em que se encontra e volte a viver em equilíbrio.  O tratamento involuntário ocorre mediante diagnóstico médico ,  assinado pelo médico psiquiatra especializado no tratamento e na intervenção involuntária do dependente químico ou de álcool. Este  processo tem que , por obrigação legal, informar ao Ministério Público da internação do paciente e o motivo da mesma para que esta modalidade não favoreça o cárcere privado. As clínicas , em São Paulo/SP, que trabalham com a internação involuntária , contam com equipes multidisciplinares preparadas para acolher e lidar com esse tipo de situação , e assegurar que o dependente tenha acesso ao tratamento sabendo que o que está acontecendo no momento apropriado. Não é trabalho fácil , mas  com o passar do tempo o dependente compreende a necessidade  de se tratar e que a família procedeu de forma acertada quando
optou por esse método de intervenção.

– Internação Compulsória :
O tratamento compulsório acontece mediante ordem judicial , nos casos em que o dependente químico oferece riscos para ele ou
para a sociedade. Entretanto, ele só pode ser efetivado através de um laudo médico e sem a necessidade de autorização do paciente
ou de um familiar.

O tratamento compulsório é indicado quando a pessoa comete algum crime sob o efeito drogas ou álcool e o juiz determina que ele deve ir para uma clínica de reabilitação.

Outra situação em que o tratamento compulsório é previsto por lei , é quando existe a necessidade de intervenção do estado, ou seja: trata-se de um problema de saúde pública. Para isso, o Ministério Público precisa formular ao judiciário o pedido de internação compulsória. O pedido, é enviado para o Juiz de vara de família já que o dependente químico não tem capacidade de decidir pelo tratamento de drogas ou alcoolismo.

Contrariamente ao que muitos pensam , a internação compulsória não é feita por um período indeterminado; quando o
juiz determina a internação , entenda-se como caráter emergencial e temporário.

No entanto, o juiz não intervém no período em que o dependente químico ficará na clínica , essa é uma determinação do especialista
que fizer o laudo.

É importante salientar que o tratamento compulsório não deve ser muito longo , pois o quanto antes o dependente químico estiver
recuperado melhor para determinar se existe ou não a necessidade da internação.

Se você ou alguma pessoa querida estiver passando por essa difícil  condição , faça uma consulta com a Capital Remoções que ela
terá imensa disposição em ajudar.

Clínicas em SP , para recuperação da dependência química e alcoólica – a Capital Remoções trabalha com os melhores convênios médicos .

– Bradesco
– Sulamérica
– Amil
– Unimed Central Nacional
– Unimed RJ
– Porto Seguro

Tratamentos
– Centro de reabilitação de usuários de álcool em SP
– Centro de reabilitação de drogas São Paulo
– Clínica para recuperação para dependentes alcoólicos
em SP
– Internação involuntária em SP , como proceder