Laboratório possui software nacional para detectar mais de oito

mil doenças raras e hereditárias  

Com quatro anos de existência, a Mendelics proporcionou um novo cenário para a acessibilidade de diagnóstico genético no Brasil. O laboratório possui a maior capacidade de sequenciamento genético da América Latina, tecnologia de ponta e médicos geneticistas renomados, como Prof. Dr. Fernando Kok, professor-associado do Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da USP e co-fundador da Mendelics.

Tornaram o diagnóstico genético acessível e inclusivo através da criação de um software próprio, o Abracadabra, que auxilia a análise genômica de mais de oito mil síndromes e doenças genéticas. O resultado é um processo integralmente nacional, com exames a partir de R$ 1.490,00 (valor até 70% mais barato do que é cobrado em outros laboratórios), e laudos precisos entregues num prazo de dez a 60 dias. O software de interpretação foi aprimorado ao longo dos anos e está em sua versão 3.0. A criação da plataforma de big data foi realizada por uma equipe de programadores e bioinformatas brasileiros na Mendelics.

A Mendelics é focada em doenças hereditárias raras e câncer: mais de 90% dos exames são para estas condições. “Somos uma empresa especializada em diagnosticar todos os tipos de doenças genéticas. Interpretamos as informações genômicas para acabarmos com a odisséia de muitos pacientes. Com a análise do exoma, é possível auxiliar médicos no diagnóstico de doenças que antes dificilmente teriam suas causas conhecidas”, explica Dr. David Schlesinger, presidente e co-fundador da Mendelics.

Segundo o médico, as operadoras de saúde oferecem cobertura para muitos exames genéticos. “Elas têm abraçado a causa de uma maneira heterogênea, mas progressiva. Nessa fatia, estão incluídas diversas operadoras premium, que cobrem muito além da lista de exames obrigatórios de acordo com a Agência Nacional de Saúde – ANS”, explica.

A reação em cadeia pode ajudar com que os testes genômicos proporcionem uma redução dos custos de saúde ainda mais acentuada. “Espero que, em breve, a rede pública também faça testes genéticos. Os governos devem enxergar a medicina genômica como um grande avanço na melhoria da saúde da população como um todo, além de dar uma possibilidade de tratamento preventivo para os pacientes”, avalia.

‘Teste genético acende a luz para a clínica médica’, afirma David Schlesinger

Mesmo vivendo um crescimento acelerado – devendo triplicar de tamanho até o fim do ano que vem, a Mendelics segue firme em sua missão: aumentar o acesso ao teste genético para todos que precisam. “A medicina genômica é, hoje, uma realidade no Brasil. E somos o veículo dessa transformação: massiva, acessível e de alta qualidade”, diz David Schlesinger.

David revela que o médico possui uma ferramenta muito importante com os testes genéticos. “Se antes o profissional trabalhava no escuro, o teste genético hoje acende a luz”, finaliza.

Equipe

Dr. David Schlesinger

Presidente

Graduado em Medicina e residência em Neurologia pela Faculdade de Medicina da USP.

Doutor em Genética pela USP.

Ex-Pesquisador Visitante, Harvard Medical School.

Vencedor do Prêmio MIT – Inovadores Abaixo de 35 Anos, 2014 Brasil

unnamed-9

Dr. Fernando Kok
Diretor Médico
Graduado em Medicina e residência em Neurologia Infantil pela Faculdade de Medicina da USP
Doutor em Neurologia pela USP
Pós-doutorado em Erros Inatos do Metabolismo na Universidade Johns Hopkins
Professor Livre Docente em Neurologia Infantil pela USP

Dr. João Paulo Kitajama
Diretor de Bioinformática
Graduado em Tecnologia em Processamento de Dados pela UnB
Mestre em Computação pela UFRGS
Doutor em Informática pelo Institut National Polytechique de Grenoble, INPG da França
Pós-doutorado em Bioinformática na UNICAMP
Co-Fundador da Allelyx

Dr. André Valim
Diretor de Negócios
Graduado em Medicina e residência em Psiquiatria pela Faculdade de Medicina da USP

Serviço:

Rua Cubatão, 86, Cj 1202, Sala 1202 Paraíso, São Paulo, SP | CEP 04013-000 – Brasil | Telefone: +55 (11) 5096 6001