Galvão Bueno

Mesmo com um dos maiores salários da TV brasileira, o apresentador Galvão Bueno está com problemas financeiros. Apenas em um banco, sua dívida é de 30 milhões de reais.

Latino

Pai de nove filhos, Latino é réu em uma ação movida pela mãe de um deles, que o acusa de não pagar pensão alimentícia. O processo corre em segredo de Justiça.

O cantor foi intimado no último dia 15 e recebeu um prazo para quitar a dívida de R$ 30.555 ou justificar o débito. Caso contrário, pode ser preso.

A ação se arrasta desde o ano passado. Segundo o advogado da mãe da menina, Fernando Abrahão, desde que reconheceu a paternidade, Latino nunca pagou a pensão combinada, de R$ 10 mil.

Pela lei, ele deve quitar as três últimas parcelas da quantia fixada. Abrahão afirma que a dívida calculada é muito maior: beira os R$ 300 mil.

Emerson Fittipaldi

Por meio de uma nota oficial de sua assessoria, Emerson Fittipaldi se pronunciou sobre as revelações de problemas financeiros, ações que enfrenta na Justiça e a penhora de carros históricos que pilotou na Fórmula 1 e na Indy. O bicampeão mundial de F1 admitiu estar enfrentando problemas econômicos e os creditou a um “resultado de um cenário financeiro e político instável que o Brasil inteiro enfrenta”.

O ex-piloto, de 69 anos, é alvo de cerca de 60 ações judiciais em tribunais no estado de São Paulo, em cobranças que ultrapassam R$ 27 milhões. Recentemente, ele teve contas bloqueadas. Como os valores encontrados nelas foram menores que as dívidas, um dos credores conseguiu na justiça a penhora de itens que se encontravam no escritório de Fittipaldi, localizado no bairro Jardim Paulistano, em São Paulo. O comunicado, porém, garante que o “volume de débitos” é menor que o patrimônio de Emerson.

Dentre os itens recolhidos, estão dois modelos Copersucar, equipe criada por ele e pelo irmão Wilson Fittipaldi na Fórmula 1, e uma Penske com a qual conquistou as 500 milhas de Indianápolis e o título de 1989 da Indy, além de troféus, quadros e até computadores e cadeiras. Os objetos serão avaliados e levados a leilão. Emerson argumenta que os carros históricos pertencem a um museu, e por isso tentará reverter a decisão de penhora, para que os modelos voltem a serem expostos em um mini-museu nos fundos de seu escritório. Os carros, no momento, estão em um galpão nas proximidades do Autódromo de Interlagos.

Ellen Degeneres

Ellen Degeneres é um dos maiores sucessos da televisão norte-americana hoje em dia. A apresentadora é tão influente que já passou de dois mil programas em sua própria atração! Mas quem vê o bom humor de Ellen hoje em dia nem imagina o que ele já enfrentou para se tornar o ícone que é hoje. Em entrevista à People, a estrela confessou que passou por sérios problemas financeiros após assumir a sua orientação sexual.- Antes deste programa, eu tinha um monte de inseguranças. Eu não sabia se iria trabalhar novamente e eu ainda estava tentando descobrir a mim mesma – sem me vestir do jeito que eu quero, ou sem usar o cabelo do jeito que eu quero. Eu ganhei essa confiança de ser autêntica aos poucos, e o que eu aprendi é que as outras pessoas estavam se esforçando para serem autênticas também.Seu programa de comédia, na época chamado Ellen, foi cancelado depois que a apresentadora admitiu ser homossexual. A partir daí, ela ainda teve que fazer o que não gostava para não continuar quebrada financeiramente.- Eu era o alvo de muitas piadas. Eu ria de algumas, mas eu percebi que havia outra pessoa do outro lado das piadas. É cruel. Eu nunca gostei da comédia má, mas isso acabou se tornando importante para mim depois que eu passei a ter esse peso.Atualmente, a loira comemora a sua superação.- Se isto não foi um exemplo de que tudo fica melhor, eu não sei mais o que é. O tempo é uma coisa estranha. Eu era insignificante e não tinha mais dinheiro, sem nenhum trabalho à vista, mas com um passo de cada vez, tudo ficou melhor. Ficou ainda melhor do que o melhor, conclui.