A BHTRANS começa a partir desta sexta-feira, em caráter experimental, a operação de um ônibus elétrico em linhas do transporte coletivo suplementar de passageiros de Belo Horizonte. Os novos veículos serão usados inicialmente nas linhas nas linha S51 (Circular Pampulha). Em seguida, serão testados nas linhas S63, S80, S60, S22, S10, S55 e S31.

De acordo com a BHTrans, o ônibus é 100% elétrico, alimentado por baterias de fosfato de ferro, a mais limpa e segura tecnologia de baterias existentes no mundo, ambientalmente responsável, sem poluição e com emissão zero. Os motores, embutidos nas rodas, proporcionam piso baixo e manutenção simplificada.

O sistema de carga permite o carregamento do veículo em apenas três horas e possui menor custo de manutenção do que o de um ônibus a diesel. “Isso porque tem poucas partes móveis e de desgaste, como caixa de câmbio, embreagem, filtros e lubrificantes. Assim, além do custo de manutenção ser menor, o ônibus exige poucas revisões e reparos, ficando mais tempo disponível para operação”, informou a BHTrans. O coletivo tem 22 assentos e o calculo é para mais 20 pessoas em pé.

O veículo já foi testado em Belo Horizonte, Campinas (SP), Goiânia, Brasília, Salvador, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Joinvile (SC), Porto Alegre, Piracicaba (SP), Sorocaba (SP) e Palmas. A BHTrans promovew hoje um teste no ônibus elétrico do serviço suplementar na Avenida Engenheiro Carlos Goulart, 900, no Bairro Buritis.