O spam (lixo eletrônico) é um problema que gera graves prejuízos às empresas, causando lotação das caixas de entrada de e-mail, perda de tempo para limpeza destas caixas, muito trabalho para a equipe de help desk e perda de produtividade. E foi por causa desses problemas que o Instituto de Cardiologia, em Porto Alegre, resolveu contratar a solução 2Cloud Antispam, da 2Cloud: com o uso da solução, os chamados da instituição ao help desk por problemas com e-mail foram reduzidas em 90%.

Quem conta é Rosemary Lopes, Gerente de TI e Telecom do Cardiologia. Segundo ela, antes do 2CloudAnstispam o Cardiologia enfrentava um acúmulo de chamados ao help desk em função das ocorrências nas estações de trabalho.

“Caixas lotadas, falhas no envio e recebimento de mensagens e, claro, a insatisfação dos colaboradores pela perda de produtividade”, lembra Rosemary. Com a implantação, o cenário mudou completamente. “Com a administração eficaz e simplificada oferecida pela 2Cloud, a TI reorganizou seu tempo e disponibilizou essas horas para outras tarefas. E por parte dos colaboradores, cresceu a confiança na entrega e recebimento de e-mails”, relata.

Rose cita, ainda, a vantagem de custo-benefício trazida pela ferramenta e o aumento de produtividade da TI, uma vez que solução roda na nuvem da 2Cloud, ou seja, não requer nenhum investimento em infraestrutura de data center.

Além disso, a hospedagem do 2Cloud Antispam na nuvem também permite que a limpeza das caixas de e-mail seja feita pela própria 2Cloud antes que as mensagens cheguem ao cliente, evitando que spams passem e reduzindo o uso de link de internet.

“A ferramenta entrega só os e-mails relativos ao negócio, os spams nem chegam na própria empresa e ficam retidos em quarentena na nuvem, em média a cada 10 e-mails recebidos 8 são spam, com esta passagem pela nuvem reduzimos em quase 90% o uso do link de internet e recursos do servidor interno de e-mail, afirma Gabriel Gotz, CEO da 2Cloud.

A solução pode ser implantada em 24 horas, e traz também vantagens como a cobrança por caixa postal/mês, o que dá flexibilidade e elasticidade: se o cliente demitir em um mês, pagará por menos caixas de e-mail, elevando o valor somente quando utilizar mais caixas. Quarentenas definidas tanto por usuário quanto por grupo também são diferenciais do software.

Com a solução também não há perda de e-mails por indisponibilidades: no caso de algum incidente, como, por exemplo, queda dos servidores do cliente ou manutenção, as mensagens são retidas pela 2Cloud por até cinco dias. Quando os serviços retornam, o gestor do contrato pode “descarregar” as mensagens.

“Os benefícios do uso do 2Cloud AntiSpam podem ser percebidos em apenas 24 horas”, ressalta Goltz.

É o caso do Instituto de Cardiologia, que atestou os benefícios da solução e, por conta disso, já planeja ampliar o contrato com a 2Cloud.

“O resultado é extremamente positivo. Tanto que estamos estudando novas soluções, como backup e contingência de banco de dados”, afirma ela.

Na TI do Instituto de Cardiologia atuam 13 funcionários. “Fomos atendidos com profissionalismo e agilidade e, em virtude disso, a mudança para o 2Cloud AntiSpam não trouxe nenhum transtorno no processo de migração. Destaco também a boa política de suporte aplicada pela 2Cloud”, finaliza a gestora.

 Sobre o Instituto de Cardiologia – O Instituto de Cardiologia é o único hospital especializado em doenças cardiológicas do Rio Grande do Sul. Com filosofia marcada pelo tripé ensino, pesquisa e assistência médica, é referência no Brasil e no mundo em pesquisas, excelência e know how em cardiologia. Atua nas áreas de anestesia, cardiologia pediátrica, centro de telessaúde, cirurgia cardíaca, CTI, ecocardiografia, eletrofisiologia, emergência, enfermagem, epidemiologia, fisioterapia, hemodinâmica, nutrição, psicologia clínica, serviço social e UPO, além da expertise em transplantes cardíacos.

Sobre a 2Cloud  – A 2Cloud foi fundada em 2011 pelos sócios Gabriel Goltz e Everson Nunes, ambos ex-Dell.  Goltz é formado em Engenharia de Produção e MBA em Gerência Comercial pela FGV. Já Nunes é formado em Redes de Computadores, MBA em Gestão de TI e Pós-MBA em Negociação (ambos FGV).  Com sede em Porto Alegre-RS, tem data centers na capital gaúcha, em Curitiba (PR) e Belo Horizonte (MG).