Cidades

Mulher é agredida por flanelinha na Savassi

2 Min leitura

Uma mulher de 33 anos foi brutalmente agredida por um flanelinha na noite deste sábado (23), na rua Sergipe, na Savassi, região Centro-Sul de Belo Horizonte. De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) da Polícia Militar (PM), a vítima estava estacionando o carro por volta das 21h quando o suspeito, de 72 anos, pediu que ela pagasse antecipado. A fisioterapeuta Janine  Damasceno Lima se negou a fazer o pagamento adiantado e o agressor a cortou com uma espátula de metal.

“Ele me pediu R$ 5 adiantado e eu disse que pagaria na volta e ele me ameaçou dizendo que quando eu voltasse os quatro pneus do meu carro estariam furado. Ele começou a bater no vidro do meu carro e eu perguntei se ele não tinha respeito pelas pessoas e se não estava vendo que eu estava com a minha filha de 2 anos e minha afilhada de 11 dentro do carro”, contou Janine.

Depois da ameaça do flanelinha e ao perceber que ele estava com colete da prefeitura, a fisioterapeuta disse que ia denuncia-lo para o executivo. O homem tirou uma espátula da bolsa e foi para agredir a mulher, uma testemunha tentou evitar as agressões, porém sem sucesso. O flanelinha golpeou o braço esquerdo dela causando um corte profundo. Janine foi socorrida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII e levou 15 pontos externos e 5 internos. Ela recebeu alta por volta de 23h.

“Eu sempre falo com os flanelinhas para olharem meu carro direitinho e que na volta eu pago. Nunca imaginei que um senhor mais de idade e de cabeça branca fosse reagir dessa forma e me agredir dessa maneira. Eu expliquei para ele que tinha estacionado ali bem rápido, pois só iria dar um abraço em uma amiga que estava fazendo aniversário. Eu realmente não ia demorar poque estava com minha filha de dois anos”, contou Janine.

A mulher foi levada para o hospital pelos militares. Ela pediu que um primo dela buscasse a filha e a sobrinha para ficar com elas. As crianças ficaram bastante assustadas com o ocorrido.  “O corte foi bem profundo e ainda estou sentindo dores. Foi um absurdo o que aconteceu, ainda mais vindo de uma pessoa cadastrada e com crachá da prefeitura”, reclamou Janine.

Após o crime, o suspeito tentou fugir, mas foi contido por populares, ele reclamou de dores e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Centro-Sul e depois do atendimento, ele foi preso e conduzido para a Central de Flagrantes da Polícia Civil (Ceflan) no Floresta, região Leste da capital e a espátula apreendida.

Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura informou que se o idoso for licenciado para alguma atividade da prefeitura, perderá o benefício diante da agressão.

Fonte: Jornal O Tempo

Relacionados
BrasilCidadesGeralNotícias

LinkedIn para Empresas: O Poder da Rede para Avançar seus Negócios

2 Min leitura
No universo competitivo dos negócios, construir relacionamentos sólidos e compartilhar conteúdo relevante é a chave para fortalecer a presença de sua empresa…
BrasilCidadesCulturaGeral

#VEMPRABH promove o turismo de Belo Horizonte para o Brasil

4 Min leitura
Igrejinha da Pampulha – Vivi Martinelli/VEMPRABH.  Press trip, lançamentos de vídeos, de ebook turístico, de concurso fotográfico, live e descontos em hotéis…
Cidades

Barras de Access ajudam a superar ansiedade do fim de ano

1 Min leitura
Especialista explica como lidar com as expectativas com a chegada do mês de Dezembro É muito normal que, ao final do ano,…
Power your team with InHype
[mc4wp_form id="17"]

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.