Notícias

Alimentos saudáveis e reforma agrária: RJ recebe 15ª Feira do MST

3 Min leitura

O baiano Edmilson Carneiro planta e colhe uma variedade de alimentos saudáveis. Milho, quiabo, abóbora, maracujá, banana e batata são alguns exemplos. Todos são produtos orgânicos, sem agrotóxicos, produzidos no Assentamento Cícero Guedes, em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. Edmilson é um dos expositores que estão na 15° Feira Estadual da Reforma Agrária Cícero Guedes, organizada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no Largo da Carioca, centro do Rio de Janeiro.

A feira funcionará até a próxima quarta-feira (20). Participam do evento assentados, acampados ligados ao MST do Rio de Janeiro, Espírito Santo, São Paulo e Minas Gerais, a rede Armazém do Campo da Reforma Agrária e cooperativas e agroindústrias com atuação nacional. A expectativa é comercializar cerca de 45 toneladas de alimentos, além de artesanatos, livros e outros produtos ligados ao movimento.

Para o Edmilson, é uma oportunidade de incrementar a renda e divulgar uma causa social pela qual luta.

“A experiência está sendo muito boa aqui. Pessoal comprou bastante, já vendemos muito do nosso produto. Pessoal chega e fica grato por ter um produto de boa qualidade”, disse Edmilson. “E ajuda o movimento social. Porque a agricultura familiar planta e colhe muito. Existem pessoas que têm preconceito com o MST. E, na verdade, os alimentos saudáveis somos nós que produzimos”.

Rio de Janeiro (RJ) 18/12/2023 – Abertura da 15ª Feira da Reforma Agrária, de produtos agrícolas de assentados e acampados ligados ao MST e cooperativas, no Largo da Carioca. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Assentados e acampados ligados ao MST e cooperativas vendem alimentos e artesanato em feira no Largo da Carioca, no Rio de Janeiro. Foto – Fernando Frazão/Agência Brasil

A dirigente nacional do MST, Eró Silva, destaca que a feira vem há anos se consolidando como um espaço para a troca de ideias e divulgação das ações do movimento pelo país. Em janeiro do ano que vem, o MST completa 40 anos de existência, e eventos como o do Largo da Carioca ajudam a aproximar a população das bandeiras defendidas pelos trabalhadores do campo.

“Importante estar nesse espaço aqui, porque podemos dialogar sobre reforma agrária popular e a produção de alimentos saudáveis, que deveriam ser mais acessíveis para a população. No Largo da Carioca, circula uma diversidade de trabalhadores e aqui eles podem conversar com todos os assentados e acampados que estão na feira”, disse Eró.

Segundo a dirigente, a população carioca tem acolhido a feira ao longo dos anos e muitos têm mudado a maneira de olhar o movimento, deixando o preconceito de lado.

“Nós não tivemos, por exemplo, nenhum tipo de manifestação contrária em nenhuma das feiras. Entendemos que esse é um espaço onde os assentados conseguem dialogar com muita gente. Tem até quem passou por aqui e perguntou se nós somos aqueles sem-terra que invadem os lugares. E nós explicamos que ocupamos a terra improdutiva e que estamos aqui justamente porque tivemos acesso a ela. Por isso que tem essa diversidade de alimentos, e sem agrotóxicos, o que também é algo importante para as pessoas entenderem”.

Serviço

15° Feira Estadual da Reforma Agrária Cícero Guedes

Data: 18, 19 e 20 de dezembro

Local: Largo da Carioca, centro do Rio de Janeiro

Horários: 8h às 18h

Realização: Escola Estadual de Formação e Capacitação à Reforma Agrária (ESESF) “Bernardo Marins Gomes”

Patrocínio: Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Solidário da cidade do Rio de Janeiro

Dia 18/12

10h – Cantoria com a participação da Frente de Música João do Vale – MST

11h- Diálogos da Terra: De onde vem nossos alimentos?

12h – Atividade Cultural

17h – Ato de abertura da feira: Celebração dos 40 anos do MST! Rumo ao 7° Congresso Nacional

Dia 19/12

10h – Lançamento do Fórum Estadual por Terra, Território e Segurança Alimentar

12h – Atividade Cultural

15h -Roda de Conversa : “Comida de Verdade e sem veneno é um direito de todes”, com Karen Friedrich/Fiocruz e Juliana Casemiro/ UERJ e FBSSAN

19h – Caramuela

Dia 20/12

10h- Oficina de reflexologia, com Marília, do setor de saúde do MST/RJ

12h – Atividade Cultural

14h – Roda de Conversa “Campanha Permanente Contra a LGBTFOBIA no campo”, com o Coletivo LGBT Sem Terra/RJ

16h – Encerramento da feira

https://ift.tt/fLna2Uy

Relacionados
BrasilCulturaGeralNotícias

Radiologia sem medos

2 Min leitura
Dr. Júlio Almeida, médico da VX Medical Innovation. Crédito: Ana Medeiros. Dr. Júlio Almeida, médico da VX Medical Innovation, desmistifica preconceitos e…
Notícias

Entidades da indústria elogiam nova política para o setor

2 Min leitura
Lançado nesta segunda-feira (22), o programa Nova Indústria Brasil recebeu elogios das entidades do setor. Os representantes de diversos segmentos da indústria…
Notícias

PM do Rio usará câmeras do transporte público em reconhecimento facial

2 Min leitura
A Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMRJ) aumentou o número de câmeras usadas para abastecer o sistema de reconhecimento facial. Nesta…
Power your team with InHype
[mc4wp_form id="17"]

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.