Notícias

Prêmio reconhece melhores estudos sobre economia e mercado florestal

2 Min leitura


Logo Agência Brasil

Cinco monografias relacionadas a estudos florestais foram reconhecidas nesta quarta-feira (20) pelo Prêmio Serviço Florestal Brasileiro (SFB) em Estudos de Economia e Mercado Florestal. O objetivo da premiação é estimular e ampliar os estudos relacionados à produção florestal sustentável, seus desafios e perspectivas.

Os cinco primeiros lugares receberam entre R$ 10 mil e R$ 40 mil, além de troféu, certificado e da publicação da monografia em formato eletrônico. A premiação é promovida pelo Serviço Florestal Brasileiro, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (Enap).

Notícias relacionadas:

Entre os cinco classificados, quatro são mulheres. O primeiro lugar ficou com Ingrid Borges de Lima, de Brasília, que escreveu a monografia Metodologia para Revisão de Preço de Royalties em Concessão Florestal.

Na entrega do prêmio, o diretor-geral do SFB, Garo Batmanian, destacou a importância dos estudos acadêmicos e da ciência para o trabalho do serviço florestal. “Nós precisamos da ciência e vamos seguir o que a ciência disser que tem que ser feito. Esse tipo de prêmio é importante para aperfeiçoar o serviço de concessões florestais no país”, disse.

Segundo ele, 22% das monografias apresentadas para análise foram da Região Nordeste e 11% do Norte, e 48% dos autores são jovens entre 21 e 29 anos. “Isso é fundamental, porque é o futuro. Eles é que vão continuar fazendo estudos, e a gente depende desses estudos para que o Brasil melhore nessa agenda florestal.”

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, lembrou que o trabalho de concessão florestal realizado pelo SFB ajuda na busca da meta global para limitar o aumento da temperatura a 1,5 grau Celsius (ºC) acima dos níveis pré-industriais. “Ajuda a gente ter a esperança para que os nossos jovens não tenham que ter medo de ter filhos, de ter uma família, de ter uma vida porque não têm expectativa de futuro”, disse.

O troféu de madeira recebido pelos vencedores foi elaborado pelo Laboratório de Produtos Florestais. O objeto, que reproduz o formato de uma árvore, utiliza cinco espécies da Floresta Nacional do Jacundá (RO): ipê, roxinho, cumaru-ferro, cumaru-rosa e jequitibá.

https://ift.tt/dmQHPEp

Relacionados
BrasilMinas GeraisNotícias

Dino Fonseca faz show em Lagoa Santa no Dia dos Namorados

2 Min leitura
Cantor apresenta o show “Acoustic Sessions” em evento 100% open bar no Gurgel Beach Club, local que tem a icônica Torre Eiffel…
Dicas de BHGeralNotícias

Trip Food - Comida Mochileira celebra 8 anos e lança novo prato

3 Min leitura
O gastropub vai contar com programação especial neste domingo (14), na unidade Pampulha, com música ao vivo e DJ’s     O…
BrasilNotícias

Quando o uso de órtese é indicado?

2 Min leitura
Fisioterapeuta explica benefícios do dispositivo usado na reabilitação e prevenção de lesões do sistema musculoesquelético A órtese é um dispositivo médico projetado…
Power your team with InHype
[mc4wp_form id="17"]

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.