Em noite empolgante de Thiago Ribeiro
Galo leva a melhor contra o time carioca
galo x vasco 31-05

(Foto: Super Esportes) 

* Repórter Karine Alonso 
Também no site Por Dentro de Minas

O Galo recebeu o time carioca no Independência pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro e fez bonito para a torcida. Em noite de destaque de Thiago Ribeiro e Patrick, o time da casa arrancou os três pontos e segurou a quinta posição na tabela. Os gols foram marcados  no primeiro tempo com dois de Thiago Ribeiro e do Argentino Dátolo.

O jogo teve destaque pela visita de Diego Tardelli, ídolo da torcida atleticana compareceu ao estádio para torcer para o Galo e rever os companheiros. Além de Tardelli, a noite contou com mais reencontros: Riascos, ex Tijuana  e Martin Silva, ex-goleiro do Olímpia, adversários da Libertadores de 2013, vencida pelo time mineiro. Na disputa entre Riasco X Victor, o goleiro atleticano novamente levou a melhor, já que não sofreu nenhum gol na partida.

Com a vitória e o bom desempenho do time, torcedor e treinador apostam na confiança para seguir firmes no Campeonato. O próximo jogo do Atlético será contra o Avaí, em Florianópolis, às 22h pela quinta rodada da competição.

Dia de São Victor

No último sábado, dia 30 de maio foi comemorado dois anos da defesa inesquecível do goleiro Victor perante o Tijuana, que garantiu a classificação para as  da Libertadores 2013.

Centenas de torcedores marcaram presença nos arredores do estádio Independência e deram a volta no estádio, simbolizando uma procissão em homenagem ao “São Victor”. Em meio a muita música, hino e bandeiras, os torcedores puderam relembrar o milagre do pé esquerdo. Foi construído um “altar” com a imagem de Victor. A ilustração foi realizada por André Fidusi e a pintura em azulejos por Alexandre Mancini. Alexandre também foi o responsável pela nova fachada da sede do clube em Lourdes, com vários ídolos alvinegros.

Apesar de muitos adeptos ao evento, durante a semana criou-se uma polêmica entre os religiosos. Mas, os organizadores garantem não teve nenhum objetivo religioso e sim uma homenagem simbólica. Além de toda festa para o goleiro, a torcida organizou uma campanha do agasalho.

Victor não pode comparecer devido ao jogo, mas agradeceu toda a torcida e também garantiu não ter envolvimento religioso “Quando a gente fala de religião a gente tem que tomar um certo cuidado. As religiões, às vezes, elas até acabam criando guerras. Não podemos levar para o lado da religião. Isso é uma simbologia, uma brincadeira dos torcedores. Acho que tem que parar de sempre querer ver pelo lado ruim. Não tem apelo religioso. Se fosse, eu seria o primeiro a falar para não ofender ninguém. Foi um lance que mudou a história de um clube. Tem que levar pelo lado legal da coisa. Se fosse assim a igreja já teria falado sobre ‘la mano de Dios’, do Maradona, que foi um lance completamente irregular”, diz o goleiro.

Os atleticanos felizardos que compareceram ao evento, tiveram uma grande surpresa, mais que um objeto e sim, o instrumento do milagre. A chuteira do pé esquerdo usada por Victor na defesa, foi levada para o evento e foi motivo de mais festa.

DSC01200

 

Torcedores tiveram momento
de emoção ao reencontrar a chuteira
(Foto: Arquivo Pessoal)