BrasilCulturaGeralNotícias

Para todos: “Capela Nossa Senhora Aparecida” em Mário Campos-MG é ampliada e revitalizada para oferecer mais conforto, atividades e oficinas gratuitas para a comunidade

7 Min leitura

Entrega do espaço, que tem à frente o Padre Edson Marques de Alcântara, foi realizada no dia 09 de fevereiro e contou com a presença de Elizângela Campos da Silva, coordenadora do Projeto Social Joias, Cássia Rodrigues, gestora e coordenadora da pasta de Tecnologia, Charles Reider, coordenador da pasta de Esportes & Saúde, Iagnes Reider, coordenadora da pasta de Artesanato e César Rodrigues, coordenador da pasta de Música; além deles, Andressa Rodrigues, presidente da Associação dos Familiares das Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem em Brumadinho-MG (AVABRUM), Mônica Reider, presidente da Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Mário Campos (AARTEMC) e demais participantes

 

O dia 09 de fevereiro de 2024 foi marcado pela reunião amistosa e fraternal de amigos e familiares (das 272 vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho), na “Capela Nossa Senhora Aparecida” em Mário Campos-MG. Na data, foi celebrada a entrega da ampliação do “espaço da Capela”, que foi o local de acolhimento das vítimas da tragédia e que agora, trará mais conforto e será utilizado para diversas atividades e oficinas gratuitas do Projeto Social Joias e da Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Mário Campos (AARTEMC). A revitalização que foi entregue à comunidade, conta também com a realização da AVABRUM e teve a presença do Padre Edson Marques de Alcântara (Capela), Elizangela Campos, coordenadora do Projeto Social Joias, Cássia Rodrigues, gestora e coordenadora da pasta de Tecnologia, César Rodrigues, coordenador da pasta de Música, Charles Reider, coordenador da pasta de Esportes & Saúde, Iagnes Reider, coordenadora da pasta de Artesanato, Andressa Rodrigues, presidente da Associação dos Familiares das Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem em Brumadinho-MG (AVABRUM), Mônica Reider, presidente da AARTEMC e demais participantes.

De acordo com Elizângela Campos da Silva, coordenadora do Projeto Social Joias, o espaço que foi revitalizado, será benéfico para a comunidade e demais moradores da cidade. “Essa parceria veio no momento da elaboração do Projeto Social Joias, para acrescentar essa reforma e ampliação, pois esse espaço foi utilizado no ano de 2019 pelos familiares das vítimas do rompimento da barragem. Aqui eram realizadas terapias ocupacionais e atendimentos psicossociais. Daí surgiu a ideia de contemplar no projeto essa reforma, ou seja, ampliando esse local da comunidade, já que a ideia é trazer algumas atividades e oficinas gratuitas. Temos um comodato com a Paróquia de dois anos e mesmo findando o projeto, a AARTEMC poderá estar utilizando aqui. Assim, deixo um convite para todos da cidade virem conhecer mais o espaço, que tem as salas multiuso e novos banheiros, dando para fazer muitas coisas, inclusive, atividades culturais relacionadas a associação. É para a comunidade esse espaço tão lindo”, convida.

Já para o Padre Edson Marques de Alcântara, da Capela Nossa Senhora Aparecida, o apoio veio em uma ótima hora para toda a comunidade. “Estamos inaugurando e abençoando esse espaço que ficou muito bonito e confortável. Essa é uma parceria com a AVABRUM e a AARTEMC, onde nós teremos as oficinas, ou seja, as ações e atividades do Projeto Social Joias. Esta obra foi muito bem inspecionada e aprovada pela Arquidiocese, juntamente com AVABRUM e nós estamos muito felizes por estar atendendo a população de Mário Campos com os jovens, crianças, adolescentes e pessoas da melhor idade. Com a reforma, melhorou a cozinha, as salas, banheiro deficiente, banheiro masculino, feminino, melhorou o pátio e transformou praticamente o espaço. Coisa que com recursos próprios da comunidade nós não teríamos condições, por isso, só agradecemos a DEUS e a todos pelo apoio”, disse.

Benção

Para Andressa Rodrigues, presidente da AVABRUM, ver o espaço revitalizado é uma benção. “Nós jamais podemos esquecer do que aconteceu, pois 272 pessoas tiveram as suas vidas ceifadas. Nada nesse mundo é capaz de suprir a falta deles, mas participar dessa noite, de um momento desse, de revitalização de um espaço, é muito importante, já que aqui foi o local que nos acolheu, que acolheu os familiares. Por isso, ver esse espaço sendo revitalizado é uma benção e quero, de forma muito especial agradecer ao Fernando, que quando foi procurado para esse planejamento, ele disse sim e ao Gilson. Agradeço também ao Padre Edson, porque ele comprou uma briga gigantesca junto a MITRA para que esse espaço, para que essa obra acontecesse e não foi fácil. Por isso, é importante que vocês saibam dessa construção, de todos os passos que foram dados para chegar até aqui. Com todo o meu amor e com todo o carinho, agradeço a todos vocês”, disse.

Para Fernando, engenheiro da obra na Capela, foi uma honra fazer parte desse trabalho. “Quero agradecer a Andressa, que foi uma pessoa que viu a possibilidade de criar algo de melhor para as pessoas, principalmente diante de tudo que nós vivemos. E com isso, as coisas foram acontecendo. No dia 11 de março do ano passado, estivemos aqui apresentando para a comunidade o projeto e coincidentemente, hoje está fazendo praticamente dez meses que nós viemos no local. Agora estou aqui, tendo o prazer de entregar junto com a AVABRUM e a AARTEMC, esse belíssimo trabalho. Agradeço também a minha família, minha mãe que está aqui presente, minha filha, meus filhos. Agradecer a comunidade, agradecer a todos, pois iniciei esse trabalho como um irmão de vítima, e por isso, com o sentimento de uma pessoa que poderia contribuir para a comunidade e deixar esse legado para vocês. Obrigado a todos”, disse. Já para Gilson, que executou a obra de revitalização da Capela, foi uma grande oportunidade de ajudar mais pessoas. “Quero agradecer muito a Andressa, a Elizângela e a Cássia, por ter me dado a oportunidade de executar um projeto tão bonito, feito pelo nosso amigo Fernando. Agradecer aos funcionários que trabalharam aqui, porque eles não puderam estar presentes hoje e sem eles, não conseguiríamos executar a obra. Então, acho que a gente tem que valorizar tudo isso. Muito obrigado”, disse.

Acolher mais pessoas

Para Monica Reider, presidenta da Associação dos Artesãos e Produtores Caseiros de Mário Campos (AARTEMC), a ampliação do espaço chegou para somar. “Esse espaço aqui era muito apertado, muito pequeno e pela sua importância, merecia uma ampliação. Na época do rompimento da barragem, ele acolheu as pessoas que precisavam de apoio, inclusive, com atendimento psicológico. Com isso, vimos a necessidade de ampliar esse local para ele ficar mais confortável para atender a comunidade. Agora a comunidade vai poder ter mais conforto para fazer os seus eventos, as missas, as festas da igreja, que são tradicionais. Por isso, convido a população de Mário Campos, para vim conhecer o espaço da Reta 1, que é a comunidade Nossa Senhora Aparecida”, disse. Para Charles Reider, coordenador da pasta de Esportes & Saúde, a parceria chegou no momento certo. “A parceria com o projeto é interessante porque a gente já tem pensado em atividades de esportes, alguns cursos teóricos, algumas palestras para os meninos. Além disso, temos algumas aulas de dança, que a gente vai trazer para cá também. É muito agregador para a comunidade e para o projeto essa parceria. Veio na hora certa”.

Esperança

Para Cássia Rodrigues, gestora e coordenadora da pasta de Tecnologia, a entrega da obra da Capela Nossa Senhora Aparecida, através da AARTEMC e do Projeto Social Joias, se torna um ponto de esperança. “É muito mais do que uma simples construção. Para mim é um símbolo de esperança e de renovação para a comunidade, um espaço que acolheu as famílias das vítimas do rompimento da barragem Brumadinho, no dia 25 de janeiro de 2019 e que agora, se tornará um espaço, mais uma vez, de paz e de conforto para todos. Com esta obra, o que a gente vê é que lágrimas se transformarão em sorrisos de esperança. Não é uma obra apenas de tijolo e de argamassa. O investimento nesse espaço é um investimento no bem-estar físico, emocional e espiritual da comunidade. Assim, o Projeto Social Joias constrói muito mais do que uma estrutura física, auxilia na construção de um futuro de esperança e resiliência para toda a comunidade”, disse. Já para Iagnes Reider, coordenadora da pasta de Artesanato, a ampliação é positiva para a cidade. “A ampliação e reforma do espaço da Capela Nossa Senhora Aparecida realizada pela AARTEMC através do Projeto Social Joias será de grande importância para a comunidade, pois é um espaço multiuso, onde a Comunidade poderá usufruir do mesmo, promovendo eventos, palestras, encontros, retiros, oficinas de artesanato, e muito mais. Na verdade, é um centro de convivência, onde as pessoas poderão se encontrar para um bate papo, fazer artesanato e para viver um grande momento de amizade social”, comentou.

Emoção

César Rodrigues, coordenador da pasta de Música, disse que a comunidade só tem a ganhar com essa ampliação. “Tive a oportunidade de ver o espaço antes, então, a melhoria que eu vi lá foi excelente. O espaço está muito bonito, bem simples, muito eficiente, legal e bem bonito. Falamos de um lugar aberto para as pessoas poderem fazer eventos. Além dele, eu acho que tem muitos espaços aqui em Mário Campos que precisam ser revitalizados e a paróquia meio que deu sorte, porque entrou nessa parceria com o projeto. Estava conversando com o Fernandinho, que é o engenheiro responsável e ele me disse que sentiu uma grande emoção de ver a ideia sair do papel, ou seja, de planejar e logo depois, estar tudo construído. Para ele não tem preço, é fantástico essa sensação de ver as coisas sendo realizadas. Ou seja, um trabalho emocionante e para todos de Mário Campos”, concluiu.

*Projeto realizado com recursos destinados pelo Comitê Gestor formado pela Associação dos Familiares das Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem em Brumadinho-MG (AVABRUM), Defensoria Pública da União (DPU), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT), do Dano Moral Coletivo pago a título de indenização social pelo rompimento da Barragem em Brumadinho em 25/01/2019, que ceifou 272 vidas.

Relacionados
BrasilCulturaGeralNotícias

Youtubers Rafa & Luiz apresentam show inédito em Porto Alegre

1 Min leitura
CRÉDITO: Acervo Rafa & Luiz. Fenômenos do YouTube, Rafa & Luiz estão chegando em Porto Alegre para apresentação única do Teatro Sesi,…
Geral

Clyntia lança single antes de gravar o primeiro DVD da carreira

2 Min leitura
Jovem cantora e compositora mineira acaba de disponibilizar a canção “Fuga” nas plataformas digitais Prestes a dar um grande passo na sua…
Brasil

Case de sucesso: como a campanha 'Talentos JustWeb' se tornou uma sensação nas redes sociais através da inovação em publicidade OOH

2 Min leitura
Crédito: divulgação. Em uma era onde a conexão pessoal é essencial para o sucesso das campanhas de marketing, a JustWeb, provedor de…
Power your team with InHype
[mc4wp_form id="17"]

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.