Plataforma com app permite que todos os dados do paciente sejam compartilhados imediatamente de forma fácil

Em outubro o Ministério da Saúde lançou o novo Prontuário Eletrônico, que começou a ser adotado em todos os municípios brasileiros e tem como data limite este mês para ser utilizado nas 41.688 UBSs em funcionamento em 5.506 municípios. Em outubro, apenas 10.134 utilizavam o Prontuário Eletrônico.

Além do problema da infraestrutura tecnológica das UBSs, os usuários não costumam ter seus dados médicos (como exames, nomes dos remédios que toma, vacinas, cirurgias realizadas, etc) à mão. O que dificulta a construção do Prontuário Eletrônico.

Atenta a esse avanço, a plataforma SaúdeControle, que auxilia o usuário a gestão do seu histórico médico atualizado e organizado (com dados de exames, vacinas, consultas, prescrições médicas e medicamentos no celular e no desktop) está pronta para conectar o usuário ao novo sistema de gestão pública de saúde.

Segundo o Ministério da Saúde,  informações sobre consultas, diagnósticos, procedimentos e exames, dados sobre internações e prescrições de remédios dos pacientes atendidos na rede pública e unidades básicas (UBS), deverão ser cadastradas nos prontuários e repassadas ao Ministério pelos municípios.

“Temos uma solução fácil de usar e intuitiva, que permitirá ao usuário aderir de forma simples ao novo sistema de gestão pública de saúde, porque os pacientes já concentram seu histórico médico na plataforma”, explica Adrianno Barcellos, fundador e CEO do SaúdeControle.

A transmissão 100% digital dos dados da rede municipal à base nacional permitirá que o Ministério da Saúde verifique, online, como está sendo investido cada real do SUS.

A plataforma SaúdeControle é ideal para o usuário levar suas informações atualizadas, eliminando a papelada porque concentra exames e todo o histórico dos pacientes em um mesmo local de forma digital, permitindo ao usuário  inserir seus dados a qualquer hora e de qualquer lugar, acessando tudo atualizado com armazenamento em Nuvem (cloud computing). E o melhor: compartilhar facilmente esses dados com o Prontuário Eletrônico.

O SaúdeControle pode ser baixado na loja do Google ou da Apple, para ser utilizado no desktop, smartphone, no tablet, iPad ou iPhone.

Destaques do SaúdeControle:

* O usuário passa a ser o próprio gestor da sua saúde;

* Pode ser acessado a qualquer hora e lugar, inclusive offline;

* Sincronismo automático nas três plataformas (Android, iOS e desktop);

* É possível incluir os dados dos dependentes;

* Preenchimento único da Ficha Clínica pelo paciente, com a possibilidade de interface com os médicos do usuário para o preenchimento das informações mais detalhadas;

* Busca de informações nos Laboratórios cadastrados;

* Praticidade para Editar, Incluir e receber informações;

* Em casos de emergência, entrega ao médico ou hospital informações atualizadas e precisas.

SaúdeControle

O SaúdeControle é uma plataforma com app que permite a gestão do  histórico médico digital com arquivamento completo do paciente. Fundada em 2014, desde o começo, seus fundadores se preocuparam em criar uma empresa sólida, bem estruturada, inovadora tecnologicamente e, principalmente, transparente. Por isso, a coleta de dados, tratamento e organização das informações  seguem os mais rigorosos padrões de segurança com base em Business Intelligence para auxiliar, de forma assertiva e rápida, na tomada de decisão.

O SaúdeControle é uma plataforma com capacidade para atender milhões de vidas.

Em 2015 a empresa foi selecionada na primeira edição do Pitch Gov SP, programa do Governo do Estado de São Paulo criado com o objetivo de atrair iniciativas inovadoras para as soluções dos desafios da administração pública nas áreas de saúde, educação e facilidades ao cidadão. O SaúdeControle está em implementação no IAMSP (programa piloto).

A missão do SaúdeControle é conectar pacientes e profissionais de saúde, tanto público quanto privado,  e criar uma rede consciente de gestão de saúde e bem estar (www.saudecontrole.com.br).