São pouco mais de 20 mil habitantes distribuídos entre casinhas coloridas, mirantes e um rio 100% nacional, o São Francisco. Piranhas acabou entrando para a história brasileira por ter sido o local onde as cabeças de Lampião e de seu bando ficaram expostas após a decapitação durante uma emboscada na Grota do Angico. Aliás, foi daqui que a volante comandada pelo Tenente João Bezerra saiu para caçar o homem mais procurado pela polícia nordestina na década de 30.

Piranhas fica localizada a 284 km de Maceió, capital de Alagoas. A viagem até Piranhas é bem tranquila e dura em torno de 3 horas e 30 minutos. Também é possível ir através de Aracaju. A distância entre Aracaju, capital de Sergipe, e Piranhas é de 199 km.

A cidade fica situada nas margens do famoso Rio São Francisco, mais especificamente no baixo São Francisco. Piranhas possui um centro histórico bastante preservado repleto de casas, prédios e igrejas.

A cidade possui diversas pousadas e hotéis. Nas duas oportunidades em que visitamos a cidade, ficamos hospedados no Hotel Pedra do Sino. Sem dúvida, é o melhor hotel da região e possui uma ótima estrutura, atendimento e conta com uma vista incrível do Velho Chico.

Piranhas é muito agradável, possui bastante história, um museu sobre o Cangaço, locais que vendem artesanato e uma orla bem legal com diversos restaurantes e bares. Além disso, Piranha é uma cidade bastante animada, principalmente nos finais de semana onde os bares e restaurantes localizados no centro histórico possuem música ao vivo.
Diversas atrações

Passeio da rota do cangaço – fizemos o passeio onde Lampião foi morto. O roteiro é bem legal e bonito. Ele sai da orla de Piranhas e desce o Rio São Francisco. Fomos em um Catamarã bem confortável, onde é possível comprar alguns drinks e tomar banho em uma rede protetora, enquanto o barco se movimenta.

Compramos o passeio na recepção do nosso hotel e custou em torno de R$ 50,00. Na ida, o barco para no município de Entremontes, local conhecido pelas rendeiras e pelo fato de Dom Pedro II ter se hospedado nele antes de conhecer a cachoeira de Paulo Afonso.

Represa Xingó 108Depois o barco parou em um receptivo onde foi possível fazer o percurso para o local onde Lampião morreu. Após o passeio ficamos no receptivo e almoçamos uma comida típica da região. O caminho de volta foi o mais legal, pois saímos no final da tarde e assistimos ao pôr do sol da região.

Mirante do Talhado – esse local fica na cidade de Delmiro Gouveia, a mais ou menos uma hora de Piranhas. Para conhecer o local é necessário fazer uma trilha pela caatinga, vegetação típica da região, e vale muito a pena. Para quem gosta de belas paisagens e de aventura o local é um atração imperdível.

Esse passeio combina muito bem com a visita ao receptivo e restaurante do Castanho, pois ambos ficam bem próximos (mais ou menos 20 minutos de carro).

Passeio dos Cânions do São Francisco – Compramos o passeio no dia anterior, no pier em Piranhas. Os passeios são vendidos em todos os lugares. É interessante comprar o ingresso com um dia de antecedência, principalmente nos feriados. O passeio tem duração de 3 horas e custa em média R$ 50,00 reais por pessoa.

0,,11815913-EX,00

Ele pode ser feito por diversas empresas, algumas situadas em Alagoas e outras em Sergipe. Recomendamos o que é feito pelo Restaurante Castanho no lado Alagoano. A vista é deslumbrante.

O trajeto passa pelos Cânions e para em uma plataforma no meio do São Francisco por mais ou menos uma hora e meia para um mergulho e para quem quiser conhecer a Gruta do Talhado.

Além do passeio, é possível dar uma volta de canoa (barco típico da região) pela Gruta do Talhado. Esse passeio é cobrado a parte e custa R$ 15,00 reais.

Piranhas-Alagoas-Rota-do-Cangaco-Rio-Sco-Francisco

SERVIÇO

Como chegar a Piranhas vindo de Aracaju

– Carro | Pegue a BR 101 sentido Maceió. Vá em direção ao município de Areia Branca (BR 235) e siga para Itabaiana (passa por fora da cidade). Entre em Ribeirópolis e, em seguida, pela rodovia estadual SE -106, passe pelos municípios de Nossa Senhora Aparecida e Nossa Senhora da Glória (cidadezinha com mais estrutura, restaurantes, lanchonetes, lojinhas, posto de gasolina, etc). Siga pela rodovia SE-206 e passe por Poço Redondo, Canindé e, finalmente, Piranhas. São 220 quilômetros. Todo o trajeto tem placas indicativas e a estrada está relativamente boa. É difícil se perder. No mapa acima não aparece Piranhas como destino final, porque o Google Maps faz uma volta enorme de Canindé a Piranhas. Mas chegando a Canindé (SE) é só atravessar uma ponte e você está em Piranhas (AL). (Nós alugamos um carro em Aracaju). Em tempo: de Maceió, capital de Alagoas, são 280 km.

– Ônibus | Você pega o ônibus na rodoviária nova de Aracaju. São 4,5 horas de viagem entre Aracaju e Piranhas. Passagem a R$ 21. Caso prefira ir a Canindé primeiro, você pega o ônibus na rodoviária velha de Aracaju. Há várias saídas diárias. Tarifa a R$ 19. (De Canindé a Piranhas você pode ir de táxi ou moto-táxi. São 10 minutinhos, no máximo).